9.1.21

Resenha: Emma - Jane Austen


A HISTÓRIA

Emma Woodhouse pode ser jovem, mas é a mulher mais admirada da aldeia inglesa de Highbury. Ela é linda, inteligente e rica, como não poderia ser amada e mimada por todos? E a jovem usa sua influência sempre que pode, especialmente para bancar a casamenteira. Mas, ironicamente, a própria Emma não quer se casar, pois para isso teria que deixar o pai, um velho acometido mais por doenças imaginárias do que reais.

O enlace mais recente de Emma acaba levando sua melhor amiga e antiga governanta para longe de sua casa. Agora que sua companheira está bem casada, Emma precisa de uma nova e acaba escolhendo Harriet Smith. Inocente e de origem misteriosa, Harriet é divertida e manipulável o suficiente para se tornar parte dos joguinhos de vaidade de Emma.

Recentemente, Harriet ficou bem próxima de um jovem e gentil fazendeiro local, mas Emma acha que ele não é digno dela. Ela preferiria ver a amiga com Mr. Elton, o espalhafatoso, mas respeitável pároco local. Ninguém tem coragem de reprimir o papel de cupido de Emma a não ser o cavalheiro sr. Knightley.

3.1.21

Resenha: O Bom Partido - Curtis Sittenfeld


A HISTÓRIA

Para a tristeza de sua mãe, Liz Bennet é uma mulher de quase quarenta anos, solteira, sem filhos, em um namoro secreto com um cara casado. Ela também é uma mulher independente, uma jornalista de sucesso e bem feliz com a vida que tem. Contudo, para a tradicional matriarca dos Bennet, um homem e bebês é o que ela precisa de verdade.

Como sua irmã mais velha Jane, que também mora em Nova Iorque e não é casada, a opinião dos pais sobre sua vida não conta muito. Mas, quando o sr. Bennet quase perde a vida e as mulheres voltam para casa para ajudá-lo a se recuperar, fica muito claro quanto Liz e Jane são diferentes da sua família. Mary, a filha do meio, vive trancada em seu quarto estudando. Já Kitty e Lydia, as mais caçulas, só querem saber de crossfit e festas.

30.12.20

Os 10 melhores livros de romance de 2020


Vamos finalmente nos despedir de 2020 e nunca teve um ano que precisamos tanto de romances para colocar alegria e esperança nas nossas vidas! Os livros foram mesmo uma das formas que encontrei de sobreviver esse ano e as histórias de amor, em especial, me ajudaram a ficar com a cabeça mais leve e o coração quentinho. Então, como podem imaginar, eu tenho um montão de recomendações incríveis para fazer! Sem mais delongas, conheça meus 10 romances favoritos de 2020!

Relembre:


Melhor romance nacional: Poderoso Destino

Poderoso Destino, da J. Marquesi, foi muito especial. É o primeiro romance de época que vejo com  um mocinho inglês que vem ao Brasil e vê as belezas do nosso país, mas também o horror e tristeza da escravatura. A autora claramente fez uma pesquisa extensa sobre a época e conseguiu retratar bem a realidade do país sem deixar o livro chato. Poderoso Destino ainda não decepciona com um casal muito quente e várias reviravoltas.

A história começa com o jovem Conde de Hawkstone e sua família sendo publicamente humilhados após perderem sua fortuna. A salvação do Conde vem na forma de Joaquim, seu primo português, e uma proposta de investimento no café brasileiro. Os negócios acabam o convocando ao Brasil e em um país tão diferente do seu, marcado pela riqueza dos Barões do café e a crueldade da escravidão, Hawk conhece uma mulher que mudará sua vida. Ela não fala a língua dele, que não sabe sua verdadeira identidade, mas eles se conectam muito além da atração física. Parece que o casal estava destinado a se encontrar, mas será que isso significa que terão um final feliz?



Melhor romance sobrenatural: saga Mara Dyer

A Saga Mara Dyer, de Michelle Hodkin foi uma das melhores surpresas do meu ano. Fiquei chocada do início ao fim com esse romance fofo que fala também sobre loucura, ciência e encontrar seu lugar no mundo. A série ainda tem um mocinho apaixonante e uma heroína que descobre uma força incrível ao longo da trama.

27.12.20

5 escritoras que conheci, li e recomendei em 2020


Estamos há alguns dias de nos despedir de 2020. Foi um ano conturbado, mas além de refletir sobre o que podemos fazer de diferente e de melhor em 2021, acho que vale a pena também pensar no que teve de bom nos últimos 12 meses. A pandemia foi difícil para todos nós, contudo, um ponto positivo para mim é que consegui ler mais que em anos anteriores e experimentar gêneros, séries e histórias que geralmente não entram na minha lista de leitura.

E foi assim que eu descobri as autoras da lista de hoje! Acho muito importante destacarmos sempre o trabalho de mulheres e em 2020 conheci algumas que valem a pena demais serem lidas! Todas aqui são escritoras de romance, seja contemporâneo ou de época, afinal, é meu tipo de história favorita. Contudo, cada uma delas traz algo único, por isso sem mais delongas, vamos falar das 5 escritoras que conheci, li, amei e recomendei em 2020!

Relembre:
- 7 autoras incríveis que li em 2017 (e que você precisa conhecer também)
- 6 autoras que conheci e li em 2016 (e você precisa conhecer e ler também)
Juliana Dantas com chick lits viciantes

E vamos logo de cara com uma autora nacional! Procurando um livro com temática de Natal, conheci a Uma Noiva de Natal, da série Julie e Simon de Juliana Dantas. A história de noivado de mentirinha entre a nova funcionária e o CEO me conquistou logo de cara, assim como a narrativa completamente hilária. Não deu outra e eu devorei a série inteira em poucas semanas. E agora comecei a saga de Henry e Sophia, um casal igualmente hilário e fofo. No livro 1, Um Sonho de Princesa, conhecemos uma jovem determinada a se casar com o príncipe Harry, mas que acaba se envolvendo com um fotógrafo chamado Henry. 

As duas sagas de Juliana Dantas que conheci são de chick lits românticos, hilários e muito sensuais. As mocinhas dos dois livros são meio maluquinhas, mas fortes e cativantes. O que mais amei nas obras da autora até agora é sua escrita muito leve e divertida, que nos prende do início ao fim. Se você quer leituras para descansar a cabeça, a Juliana Dantas já publicou dezenas de sagas na Amazon, desde romances fofos como esse até histórias mais dramáticas, assim como livros de época. Pela Harlequin Books ela também lançou o suspense No Silêncio do Mar.


Beth O'Leary com seus romances atrapalhados e fofos

Me tornei fã de Beth O'Leary com apenas uma obra. A escritora inglesa entrou para lista de mais vendidos e para o coração dos leitores com sua estreia Teto Para Dois, um romance contemporâneo viciante e emocionante. O livro traz uma trama moderna e inesperada: o romance entre colegas de apartamento que sequer se conhecem: ele usa o lugar de dia, e ela a noite.

15.12.20

Resenha: O Jardim Secreto - Frances Hodgson Burnett


A HISTÓRIA

Mary Lennox nasceu e viveu seus primeiros anos de vida na Índia. Apesar de ser servida como uma princesa pelos criados locais, ela é praticamente ignorada pelos próprios pais e uma criança mimada e amarga.

A vida de Mary muda completamente quando os pais falecem e os empregados abandonam a casa. A garota indesejada acaba sendo enviada para viver com um parente distante na mansão Misselthwaite, em Yorkshire, Inglaterra. O tio que sequer sabia da sua existência é um um homem estranho e triste, que quase nunca está em casa.