18.8.22

Resenha: Instruções Para Dançar - Nicola Yoon


A HISTÓRIA

Evie acredita que o amor é a maior mentira do universo. Depois de ver o lindo casamento dos pais acabar em traição e corações partidos, ela decide que é hora de parar de acreditar no amor. Evie sabe que se tornou uma jovem amarga, mas prefere se proteger do que se iludir com relacionamentos. Mas o universo decide lhe ensinar uma lição.

Um dia, Evie encontra um livro com instruções de dança, mas o mais estranho é que, toda vez que vê um casal se beijando, ela tem visões de como o amor deles começou e de como vai terminar. As visões começam a deixar Evie maluca, que tentando se livrar delas, acaba em um estúdio de dança. Lá, ela é recrutada pra participar de uma competição de dança, tendo como parceiro ninguém menos que X, um garoto que ela não suporta.

Diferente de Evie, X, ou Xavier, acredita que os sonhos e o amor são o que move as pessoas. Ele largou tudo para tentar se tornar um astro da música e, enquanto isso não acontece, ajuda os avós em seu estúdio de dança. Pra fazer a dança funcionar, Evie e X vão ter que superar suas diferenças. Mas será que ela conseguirá se abrir para uma nova pessoa em sua vida e não sair de coração partido?


VALE A PENA LER?

Como todos os livros de Nicola Yoon, Instruções Para Dançar não decepciona. Apesar que já aviso que o final vai trazer fortes emoções.

Leia mais da autora:

A trama adolescente mistura comédia, drama, fantasia e mistério de forma que agrada todas as idades. Instruções Para Dançar é um romance de opostos que se atraem com uma história de amor lenta que deixa o leitor na beiradinha da cadeira.

É impossível não torcer por Evie e X, que descobrem um no outro não só uma paixão, mas novas formas de ver a vida. Instruções Para Dançar é uma história sobre segundas chances, que nos faz refletir sobre relacionamentos e nos perguntar: o que vale mais a pena na vida é o destino ou a jornada até lá?

Nenhuma surpresa que chorei litros com a leitura, mas também dei risada e me apaixonei por todos os personagens. Instruções Para Dançar está mais que recomendado!



Título: Instruções Para Dançar
Título original: Instructions for Dancing
Autora: Nicola Yoon
Editora: Arqueiro
ISBN: 9786555652789
Ano: 2022
Páginas: 256
Encontre o livro: Skoob - Goodreads
*O exemplar lido foi uma cortesia da editora
Compre: Amazon

7.8.22

Resenha: Vivendo a Comunicação Não Violenta - Marshall B. Rosenberg


O LIVRO

A comunicação não violenta (CNV) é um conceito criado por Marshall Rosenberg em meados dos anos 60. A CNV se baseia na ideia de que as pessoas podem se relacionar melhor e resolver conflitos se, na hora de se comunicarem, elas abandonarem juízos de valores, expressarem suas necessidades e escutarem a necessidade do outro antes de partir pra qualquer ação.

E, nesse livro, o autor tenta tornar os princípios da CNV mais simples e aplicá-los em contextos do dia a dia, nas relações conjugais, entre pais e filhos, etc. Alguns dos temas principais abordados na obra são resolução de conflitos de forma pacífica, criação de relações amorosas poderosas, reconciliação, como lidar com a raiva, e até mesmo espiritualidade.


VALE A PENA LER

Apesar de ser psicóloga, eu nunca havia estudado comunicação não violenta e esse livro me pareceu um bom lugar pra começar. Eu gosto da proposta de "Vivendo a comunicação não violenta" de trazer o conceito da CNV pra vida real, aplicando-o no dia a dia.

A temática da obra é muito interessante, mas o livro não é rápido de ler. Os capítulos são longos e trazem muitos trechos de palestras do autor, o que faz a leitura ser mais lenta. Eu gostei bastante de como o livro traz exemplos reais da aplicação da CNV, mas me incomodou um pouco como o autor promove a técnica como solução para todos os problemas (o que não é realista).

Também curti que, naturalmente, o livro nos faz refletir sobre vários aspectos da nossa vida, sobre a forma como nos comunicamos com os outros e como tentamos resolver problemas. "Vivendo a comunicação não violenta" é uma obra pra ser lida em partes. Mas quem gosta de conhecer sobre psicologia e pensar em como se relacionar melhor com outras pessoas, vale a pena.



Título: Vivendo a Comunicação Não Violenta 
Subtítulo: Como estabelecer conexões sinceras e resolver conflitos de forma pacífica e eficaz
Título original: Nonviolent Communication: A Language Of Life - Life-Changing Tools For Healthy Relationships
Autor: Marshall B. Rosenberg
Editora: Sextante
ISBN: 9788543106724
Ano: 2019
Páginas: 192
Encontre o livro: Skoob - Goodreads
*O exemplar lido foi uma cortesia da editora
Compre: Amazon

23.7.22

Resenha: O Duque Solteiro - Sabrina Jeffries


A HISTÓRIA

Lady Gwyn faria de tudo para proteger sua família. Inclusive se render a chantagem de um ex-amante, o único homem para o qual ela se entregou, e que se revelou um canalha.

Só que para sorte, ou azar de Gwyn, Joshua Wolfe, irmão de sua cunhada, chega a tempo de interromper as negociações. Com medo de que o homem volte a perturbar Gwyn, Joshua aceita quando o irmão dela, duque de Thornstock, o contrata para ser guarda-costas de Gwyn.

Gwyn acha ridículo ter que ser seguida por Joshua durante toda a sua temporada em Londres. Até que ela começa a quebrar a muralha de Joshua e conhecer o homem por trás da carranca do ex-militar.

Joshua foi ferido na guerra, e apesar de seu corpo e mente ainda estarem se recuperando, ele quer voltar para sua carreira. Contudo, cada vez mais próximo de Gwyn, ele começa a se perguntar se não merece também uma esposa divertida e bonita como ela, assim como sua própria família.

25.6.22

Resenha: Projeto Duquesa - Sabrina Jeffries


A HISTÓRIA

Fletcher Pryde, o duque de Greycourt, tem uma mãe notável. Lydia Fletcher se casou três vezes, com três duques, ficou viúva dos três e agora tem três filhos que são duques solteiros.

O mais velho de todos, Fletcher Pryde assistiu a mãe seguir com sua vida e seus novos filhos enquanto ele ficou preso na Inglaterra, sendo preparado para cuidar do seu ducado. Apesar de ter crescido no luxo, Grey também cresceu sobre a pressão de parentes manipuladores e com raiva da mãe por tê-lo deixado para trás.

Mas, quando Lydia perde ser terceiro marido, Grey é convocado para ajudar a família a viver o luto mais uma vez e, sendo um cavalheiro perfeito, ele vai até ela. Só que, ao chegar, percebe que o funeral já foi organizado por Beatrice Wolfe, a prima de seu meio-irmão mais novo.

Protegida da mãe de Grey, Beatrice foi criada no campo, tendo que crescer rapidamente para escapar do tio maldoso e ajudar o irmão fisica e mentalmente marcado pela guerra. Sua inteligência e infância inusitada a tornaram uma mulher sem papas na língua, que não se intimida quando conhece Grey.


Beatrice não é boba e percebe logo que Grey é tão bonito quanto arrogante. Apesar de secretamente amar as discussões e desavenças dos dois, ela sabe que uma jovem como ela, sem fortuna ou refinamento, não servirá para um duque.

Resenha: O Protetor - Sarina Bowen

 

A HISTÓRIA


Eric Bayer nunca se interessou em fazer parte dos negócios da família, que oferece vigilância e segurança pesada para empresas e ricaços. Ele fez sua própria fortuna e também fama como jogador de hockey. Ele sequer tem tempo para treinar. Quando não está competindo, Eric está treinando, inclusive nas férias.

E, no momento, Eric se preocupa bastante com a carreira, já que não está mais tão jovem e seu joelho pode não aguentar mais uma temporada. Assim, ele fica muito irritado quando o irmão arma para cima dele e ele acaba tendo que bancar o segurança em suas poucas semanas de descanso. Mas Eric aceita simplesmente porque a cliente é ninguém menos que Alex, uma amiga de infância que bem recentemente o rejeitou por completo.