23.3.17

Resenha: Talvez Um Dia - Colleen Hoover


A HISTÓRIA

Sydney teve o que pode ser descrito como o pior aniversário da história. No dia em que completa 22 anos, ela descobre que seu namorado a está traindo com sua melhor amiga e colega de apartamento. E é assim, após socar a cara da ex-melhor amiga e arrumar suas coisas, que Sydney se vê sozinha e sem rumo debaixo de um temporal. Sem trabalho e sem ter para onde ir, especialmente porque esqueceu sua bolsa, com todos os seus documentos e dinheiro, na casa da amiga traíra, Sydney acaba aceitando quando uma garota estranha a aborda no meio da rua e a leva até o seu apartamento, aparentemente a pedido de Ridge, um belo músico, mas um completo estranho, que Sydney conheceu completamente por acaso.

“Isso pode soar um pouco cruel, mas essa garota não faz ideia de como necessito dela. Agora que tenho certeza que encontrei minha musa, preciso me esforçar para que não escape de mim.” Ridge, pág. 35

Há algumas semanas, Ridge descobriu, por acaso, que a bela garota que sempre o observava tocar da varanda de um prédio vizinho, era também uma compositora nata. Sua intenção, depois da descoberta, era convencê-la a escrever junto dele para a banda de seu irmão, o que ficou mais fácil quando ela terminou com o namorado e saiu de seu apartamento. Ridge, assim, faz um acordo com Sydney: ela pode morar pelo tempo que quiser em seu apartamento (que ele divide também com o melhor amigo, Warren, e Bridgette, uma amiga de seu irmão), se, em troca, o ajudar a compor músicas. 

20.3.17

7 livros para ler no Outono


O Outono finalmente está aqui e precisamos celebrar, mesmo que, em grande parte do Brasil, a estação seja muito parecida com as outras, e apenas um pouco menos quente que o Verão! Mas, já que não temos folhas caindo em abundância, como nos filmes, que tal curtirmos a nova estação com leituras que são a cara dela? Foi por isso que, para a listinha de hoje, separei 7 livros incríveis que combinam com o Outono e que são leituras perfeitas para a nova estação! Confiram:



O Outono sempre nos remete a cenários com muitas árvores, que misturam o amarelo/dourado das folhas que estão caindo com o verde das que ainda não caíram. E se paisagens naturais, como florestas abundantes, combinam com a estação. então A Filha da Floresta, de Juliet Marillier, vai ser uma boa pedida! Apesar de ser o primeiro volume da série Sevenwaters, esse livro tem começo, meio e fim, ou seja, a história começa e termina nesse volume, então quer não quer uma saga interminável pode lê-lo sem preocupações! E, falando na história, ela é mágica e muito cativante! Com uma heroína corajosa, uma vilã terrível, uma maldição e um nobre cavalheiro, A Filha da Floresta reconstrói um conto de fadas emocionante, que se passa, principalmente, nas florestas encantadas da Irlanda!

19.3.17

Resenha: Espero Por Você - J. Lynn


A HISTÓRIA

Avery Morgansten divide sua vida em um Antes e um Depois. Antes: ela era uma jovem garota popular, cheia de amigos e sonhos. Depois: ela é uma jovem mulher em fuga, marcada por um passado sombrio, odiada por todos que conhece. Avery não se mudou para uma faculdade do outro lado do país a toa. Aos 14 anos, ela foi violentada e obrigada a ficar em silêncio sobre isso. Chamada de “vagabunda” e coisas piores pelos antigos amigos e pela própria família, Avery sobreviveu ao inferno pelos últimos cinco anos e está decidida a recomeçar a sua vida na nova faculdade.

Entretanto, é difícil simplesmente deixar para trás algo como o que aconteceu por Avery. É por isso que, em seu primeiro dia, a ansiedade e medo falam mais alto e ela acaba atrasada para a aula de Astronomia e praticamente atropela um cara no corredor. Mas não qualquer cara, e sim Cameron Hamilton, muito alto, muito bonito e muito popular. Mais tarde, através dos novos amigos, Jacob e Brit, Avery descobre que Cam é o cara dos sonhos de todas as mulheres do campus. É por isso que, quando Avery não se mostra nem um pouco interessada nele, o belo de olhos azuis faz de sua missão pessoal convencê-la a sair com ele. 

17.3.17

7 livros famosos que eu não acredito que ainda não li

Foto maravilhosa de Florian Beaudenon

Todo leitor sabe como é ter uma lista gigante de livros que você gostaria de ler e pouco tempo, e também dinheiro, para ter acesso a tantas obras incríveis. Todos os meses são lançados um grande número de livros, vários deles do seu interesse, e fica difícil acompanhar e ler todas as novidades. Por isso, não é incomum perceber que todo mundo está falando de determinada obra, ou que várias pessoas sempre comentam sobre um livro em especial, e que você ainda não leu essa história!

E, para piorar, com o passar do tempo, aquele livro famoso, que todo mundo já leu, vai ficando para trás na sua lista de leitura e perde seu lugar para outras obras. É por isso que gosto sempre de visitar a parte mais antiga da minha estante, tanto a física quanto a virtual, e relembrar alguns livros bem conhecidos que acabei não lendo! E hoje, resolvi dividir algumas das minhas descobertas com vocês. Conheçam então 7 livros famosos que eu não acredito que ainda não li:



Harry Potter E A Criança Amaldiçoada está na minha listinha de livros que preciso ler em 2017, mas ainda não tive coragem de pegar esse novo livro da J.K Rowling, que a maioria dos fãs da saga devorou meses atrás. Apesar de estar ansiosa para conhecer esse novo capítulo do mundo bruxo de Harry Potter, duas coisas ainda me impedem de ler A Criança Amaldiçoada. Antes de tudo, quero reler a saga original para lembrar todos aqueles detalhes maravilhosos da série dos quais já me esqueci. Contudo, por outro lado, estou com medo de não gostar tanto dessa nova história, já que vi vários fãs da saga criticando-a, então, mesmo já tendo o livro, estou enrolando para lê-lo e foi assim que ele veio acabar nessa lista!

15.3.17

Resenha: A Noiva do Capitão - Tessa Dare


A HISTÓRIA

Madeline sempre esteve longe de ser a dama que esperassem que fosse. Por ser extremamente tímida, bailes, passeios e quaisquer eventos com muita gente a aterrorizam profundamente. Em vez de ser o centro das atenções, Madeline gosta de ficar no seu canto, observando o mundo e as pessoas ao seu redor. E talvez por isso ela seja uma desenhista tão boa, além de adorar colocar o lápis sobre o papel, Madeline consegue perceber detalhes pequenos que a maioria das pessoas não vê. 

Ser tímida e observadora ajudou Madeline com seus desenhos, mas não com sua vida. Aos 16 anos, prestes a ser apresentada para a Sociedade, a garota não tem ideia de como sobreviverá a todos aqueles eventos lotados e também não se sente preparada para se casar. Assim, ela inventa a solução para seus problemas: o Capitão Logan MacKenzie, um escocês alto, bonito e gentil, e que está bem longe, lutando na guerra. Inventar um namorado foi uma medida desesperada, mas Madeline não esperava que tudo saísse tão bem. Sua família realmente acredita que ela está esperando por seu Capitão escocês, então não a pressiona para ir aos eventos da sociedade, ou mesmo para procurar outro pretende. 

Assim, os anos se passam, e a mentira e o Capitão fictício de Madeline continuam vivos. Contudo, incomodada por enganar sua família, a garota resolve dar um fim a isso. Ela inventa que o Capitão MacKenzie morreu na guerra e se recolhe para uma vida tranquila em um castelo na Escócia que herdou de seu padrinho. Mais algum tempo se passa e Madeline tem a vida perfeita: em seu castelo, morando apenas com uma tia, ela acostumou-se com a ideia de ficar solteira para sempre e sente-se feliz e livre o suficiente para se dedicar a sua paixão: o desenho. Mas, tudo muda quando um escocês alto, bonito e decidido bate a sua porta.