22.10.18

12 livros com capas assustadoras


Graças ao Dia das Bruxas, Outubro inevitavelmente se tornou o mês do terror! Não tem como não entrar no climinha de fantasia e sobrenatural nessa época do ano. E embarcando no ar sombrio e fantástico de Outubro, decidi falar hoje sobre dois assuntos que amo: capas de livros e sustos. Existem muitas capaz bizarras e sangrentas por aí, capazes de deixar qualquer leitor arrepiado... e louco para devorar aquela obra, caso ele seja fã de terror, horror e sobrenatural como eu. Assim, sem delongas, conheçam 12 livros com capas que vão te dar problemas para dormir a noite!



No distante ano de 2011 foi lançada a antologia nacional Insanas que, como o nome entrega, são histórias recheadas de sangue e terror, escrita por mulheres, sobre mulheres. E se a ideia é trazer personagens femininas macabras, a capa do livro foi perfeita para o conceito. Apesar da fonte brega do título, a imagem da mulher em um vestido de teias (ou seriam faixas?), com o rosto sujo de batom e as mãos de tinta preta é bem assustadora. Contudo, em 2017 a obra ganhou uma nova versão... igualmente bizarra. Dessa vez, Insanas retrata uma boneca de lábios costurados e olhos esbugalhados que deixa qualquer um com um arrepio na espinha!


A capa de O Substituto, de Brenna Yovanoff, também é inquietante e intrigante. Dá muita agonia ficar olhando essas facas sobre um carrinho de bebê, uma imagem que já evoca tragédia e sangue. Somado ao cenário cheio de névoa, a capa desse livro é misteriosa e aparentemente combina perfeitamente com a história. Em O Substituto, um jovem que foi colocado no lugar de um bebê humanos há dezesseis anos tenta descobrir como viver no nosso mundo... enquanto um lugar mais sombrio e perigoso continua chamando por ele.

19.10.18

Resenha: O Ceifador - Neal Shusterman


A HISTÓRIA 

Antes, na Era da Mortalidade, as pessoas morriam o tempo todo. Agora que a Nimbo Cúmulo, uma evolução da nuvem de dados, tomou o lugar dos governo e rege a sociedade de forma perfeita e incorruptível, doenças, conflitos sociais e problemas ambientais foram erradicados, assim como a morte. A tecnologia agora nos permite rejuvenescer sempre que quisermos e viver décadas a fio. Contudo, para impedir o crescimento eterno da população, foi criada uma organização chamada de Ceifa, a única que não está sob domínio da Nimbo Cúmulo. Seus membros, chamados de ceifadores, são os únicos treinados e livres para matar.

“- Sinto pena de você – Citra disse. - Mesmo quando está comprando comida, a morte está escondida atrás do leite.
- Ela nunca se esconde – o ceifador disse com um cansaço muito difícil de descrever. - Ela nunca dorme. Logo vocês vão aprender isso.” pág. 66

Citra e Rowan eram jovens comuns até serem escolhidos como aprendizes por um ceifador. Ambos foram bons alunos, que nunca tinham pensado muito sobre a morte ou sequer considerado se tornar um ceifador. Mas enquanto Citra é uma garota questionadora e excessivamente dedicada a tudo o que faz, Rowan vive de forma mais despercebida o possível, aceitando a falta de sentido e emoções em habitar o mundo perfeito. O mestre dos dois adolescentes, o ceifador Faraday, os faz olhar para tudo com novos olhos.

15.10.18

Resenha: Um Acordo e Nada Mais - Mary Balogh


A HISTÓRIA

Vincent ficou cego no campo de batalha muito jovem, mas sabe que é um indivíduo de sorte. Ele já superou grande parte das dificuldades oriundas da perda da visão e, além de contar com uma família amorosa e protetora, Vincent ainda herdou um título de visconde, uma mansão no campo e uma generosa fortuna. Contudo, o rapaz não está nada feliz. Aos 24 anos, sua mãe e irmãs estão o pressionando para se casar com alguma moça bem nascida escolhida por elas. Contudo, mais do que matrimônio e filhos, Vincent deseja ser mais livre na própria casa e não ser tratado como um inválido.

Assim, para escapar dos esforços casamenteiros da família, Vincent foge da própria casa com seu amigo e valete. Após algumas semanas de descanso, o homem começa a se sentir nostálgico e decide visitar a casa e vila onde cresceu, quando ainda era apenas o filho levado de um professor local. Vincent esperava passar despercebido, mas sua chegada na vila é notada e, mais uma vez, ele se vê cercado de atenção superprotetora e pessoas loucas para casá-lo. É em uma festa da vila que Vincent conhece Sophia Fry

12.10.18

10 trechos engraçados de romances de época


Apesar de estar no nome, nem só de romance vive o gênero dos romances de época! Claro, as obras trazem muitos momentos fofos e românticos, como beijos roubados e declarações de fazer o coração de qualquer pessoas acelerar! Contudo, os meus romances de época favoritos contam com algo a mais: o bom humor! Eu amo quando, além de apaixonante, um livro é engraçado. É muito bom gargalhar com os diálogos recheados de ironia dos personagens. Ou rir horrores com descrições divertidas de cenários, personalidades e situações. O humor deixa qualquer história de época ainda mais gostosa e rápida de ler. E, hoje resolvi compartilhar algumas das frases e trechos mais hilários que já encontrei nos livros do gênero! Preparem-se para dar boas risadas e vamos logo aos quotes!

Leia também:
As 5 declarações de amor mais fofas dos romances de época
7 quotes de livros sobre o poder e magia da literatura
- Melhores romances de época: Parte 1 - Parte 2 - Parte 3 - Parte 4

livro-os-misterios-de-sir-richard-julia-quinn-quarteto-serie-smythe-smith-trechos-engracados-romance-epoca-mademoisellelovesbooks

De acordo com aquele livro que sua irmã já lera mais de vinte vezes, é uma verdade universalmente aceita que um homem solteiro, possuidor de boa fortuna, necessita de uma esposa. Sir Richard Kenworthy não tinha uma grande fortuna, mas era solteiro. Quanto à esposa… Bem, isso era complicado. 'Necessitar' não era a palavra correta. Quem necessitava de uma esposa?” 

Bem, ninguém precisa de um marido também, não é mesmo? O trecho é de uma das primeiras páginas de Os Mistérios de Sir Richard, da rainha dos romances de época: Julia Quinn! A autora até tem umas histórias mais sérias, mas o bom humor e tiradas inteligentes são suas marcas registradas. Os Mistérios de Sir Richard em particular é uma obra muito divertida e leve, com grandes doses de ironia e ainda referências a Orgulho e Preconceito! Recomendo o livro sem pensar duas vezes!

7.10.18

Resenha: Um Reino de Sonhos - Judith McNaught


A HISTÓRIA

Na Era Medieval, Jennifer Merrick é uma jovem da nobreza escocesa atrevida e dona do próprio nariz. Ela se orgulha de ser sagaz, mas foi justamente sua língua atrevida e comportamento impulsivo que colocou todo o seu clã contra ela. Diferente de sua irmã, Brenna, a beldade amada pelos Merrick, Jennifer é vista com desconfiança e como um problema até mesmo por seu pai. E por isso ela acabou sendo mandada para viver em um convento. Contudo, isso não tirou o sonho de Jennifer de mostrar o seu valor para seu clã. E, quando seu caminho cruza com o Lobo Negro, ela finalmente tem sua chance.