23.8.16

Bolos em formato de livro que deixarão qualquer leitor com água na boca


Se tem duas coisas que amo nessa vida são livros e doces! Assim como a literatura, eu gosto de gostosuras de todos os tipos, desde balinhas de goma, brigadeiro até barras de chocolate. Mas, um doce em especial que eu nunca resisto é bolo de aniversário! Para mim, quanto mais glacé e camadas de recheio melhor! Contudo, o que conta nos bolos do post de hoje é a aparência! E se você adora livros tanto quanto eu, vai adorar a seleção de bolos que trouxe para vocês, todos em formato de livro! Vamos ver essas delícias?

21.8.16

7 livros com finais chocantes


Qualquer história que se preze traz sua cota de surpresas. Nada deixa um livro mais emocionante e gostoso do que um acontecimento inesperado e, quando esse tal acontecimento vem no desfecho do livro, a sensação é ainda melhor! Particularmente, eu sou uma amante de finais felizes, daqueles bem previsíveis e fofos, sabe, mas também adoro um final que me deixa sem palavras ou com o coração na mão! E é por isso que hoje vim dividir com vocês a minha lista de 7 livros com finais chocantes, daqueles que vão te deixar angustiado ao mesmo tempo em que te farão amar o livro! Vamos conheces as obras?


E nós, os Mentirosos, estávamos sozinhos na ilha, fizemos aquilo que temíamos. Reduzimos um símbolo a cinzas.” -  Leia a resenha completa do livro.

18.8.16

5 anos de MLB e esqueci o aniversário do blog!


No dia 06 de Agosto é comemorado o aniversário do blog. E hoje, dia 17, foi que me lembrei da data. Simplesmente escapuliu da minha mente e o 5º aniversário do Mademoiselle Loves Books passou completamente despercebido. E sim, eu tive que olhar as datas das primeiras postagens para lembrar que o blog foi fundado em 2011 e que está no ar há 5 anos. E eu não consigo parar de me perguntar: esquecer as datas importantes do blog me faz uma blogueira ruim?

Faz cinco anos que eu estou nessa de ser blogueira literária e já aprendi muita coisa nesse tempo. Já fiz amizades virtuais incríveis, já fiquei muito feliz por encontrar gente que ama livros tanto quanto eu, já fiquei triste por ver blogs maravilhosos simplesmente saírem do ar… E a minha opinião sobre essa coisa de fazer blog mudou tanto. No início, eu ficava louca para ser selecionada para todas as parcerias. Depois, eu queria fazer posts incríveis todo santo dia. Mais adiante: números, números e números – eu queria milhares de visitas todos os dias. 

Eu ainda fico feliz quando sou selecionada para uma parceria, fico muito orgulhosa quando termino um bom post e me encho de felicidade quando tenho estatísticas boas no fim do mês. Entretanto, cada vez mais eu tenho me tornado uma blogueira relaxada – e não no sentido de ser negligente e sim de ser mais zen! Nos últimos meses, eu me obcequei em ser uma blogueira profissional e isso me estressou bastante. Ter prazos e metas para tudo (leituras, resenhas, posts, estatísticas) estava tornando uma coisa que eu amo em uma obrigação mecânica, o que não é legal.

Eu já falei isso mil vezes, eu tenho um blog sobre livros porque eu amo livros. Eu gosto de falar sobre as obras e trocar opiniões com outros apaixonados por leituras. Mas eu gosto também de fazer um post recomendado livros ou de escrever uma resenha. E não quero tornar algo que me faz feliz em mais uma coisa que eu preciso fazer por dever. Esses dias, desabafei com vocês sobre essa coisa de ter que ler por obrigação e hoje desabafo sobre blogar por obrigação, algo que também não quero na minha vida.

Prometo que um dia ainda faço um bolo de aniversário (em formato de livros, claro) para o blog!

Eu quero ter um blog para falar sobre livros e fazer amigos que gostem de livros também, e não para ser famosa, ganhar dinheiro, influenciar pessoas ou qualquer outra dessas coisas. E vou manter um blog enquanto eu puder manter um blog e enquanto isso me fizer feliz. Sou perfeccionista, então nada de postar conteúdo ruim ou malfeito só para ter postagem todo dia. Nada de enlouquecer para fazer superpromoções que irão atrair pessoas que não estão interessadas no meu conteúdo. Nada de correr para ler um livro só porque tenho que cumprir prazo para editora. Nada de ficar triste com parcerias desfeitas, com gente que não gosta do que eu posto ou com estatísticas menores que do mês anterior.

Então, respondo o meu próprio questionamento: não, eu não sou uma blogueira ruim por ter esquecido o aniversário do blog. Porque, indiretamente, eu comemoro a existência do Mademoiselle Loves Books o tempo todo. Cada vez que paro e penso “ei, vou fazer uma postagem sobre isso”, cada palavrinha que escrevo para o blog, cada comentário e curtida de vocês, são, para mim, como um “parabéns” no dia do aniversário do blog. Eu amo o que eu faço e faço o que eu amo – e ser uma blogueira por prazer é maior do que ser uma boa blogueira ou blogueira ruim. E vocês gostam do conteúdo que eu faço e isso me deixa ainda mais contente.

Aniversários sempre me deixam nostálgica e reflexiva, e sempre me perguntou: o que estou fazendo da minha vida? E, no aniversário do blog, me pergunto o que estou fazendo com o blog. E eu já sei a resposta: eu estou fazendo algo que me faz feliz, um hobby que me relaxa e me permite conhecer pessoas como eu. E isso é o suficiente para mim. Portanto, um parabéns atrasado (e sem culpa) para o blog. Um obrigado a todos vocês que estão sempre por aqui. Nós vemos no próximo livro ou no próximo post. Até mais.


Relembre os aniversários passados do blog:
4 anos de blog!
3 anos, em... Que legal! Mas e aí?
Especial de Aniversário de 2 anos: Hoje é O DIA! Vamos comemorar!