6.2.21

Resenha: Pelo Amor de Cassandra - Lisa Kleypas


A HISTÓRIA

Cassandra não é explosiva, genial, extrovertida ou excêntrica como os outros Ravenels. Mas, como suas irmãs e primos, ela é linda, leal e apaixonada pela vida. Agora, Cassandra deseja se apaixonar por alguém. Ela viu até sua irmã gêmea que jurava nunca se casar ser arrebatada pela paixão, então quando chegará sua vez?
“Mas, infelizmente, o amor verdadeiro parecia nunca acontecer a quem o procurava. O amor era travesso e preferia se esgueirar no coração de quem estava ocupado demais fazendo outras coisas.” pág. 23
E é em meio a esse questionamento e uma crise no casamento de Pandora que Cassandra conhece Tom Severin. A princípio, ele não se mostra frio, insensível e ganancioso como dizem. Pelo contrário, Cassandra vê o magnata das ferrovias como o homem mais inteligente, interessante e cativante que já conheceu. Ele até mesmo se oferece para se casar com ela, apesar de não saberem nada um sobre o outro.

Cassandra poderia se apaixonar... se Tom não partisse repentinamente, deixando bem claro que não está interessado nela. Magoada, ela resolve devolver na mesma moeda e ser fria como uma rocha. Sua decisão é abalada meses depois, quando reencontra Tom em Londres e ele parece decidido a conquistá-la. O magnata não consegue tirar Cassandra da sua cabeça e quando começa até mesmo a se distrair no trabalho por causa dela, Tom decide que precisa tê-la.

Mas Cassandra não se entregará tão fácil. Não é como se fosse uma mocinha desesperada por um herói para salvá-la. Até que o impensável acontece e um dos pretendentes de Cassandra tenta arruinar a reputação dela. Claro que Tom vem ao resgate, mas a tragédia será suficiente para unir duas pessoas com personalidades e de classes sociais tão diferentes?


A SÉRIE

Pelo Amor de Cassandra é o sexto livro da série Os Ravenels, da escritora norte-americana Lisa Kleypas. Todos os volumes têm um casal diferente, mas um dos mocinhos sempre pertence a nobre família Ravenel (conhecida por seu temperamento forte, impulsivo, explosivo e apaixonante). Além disso, cada história de amor é mais envolvente, divertida e excitante que a outra.

Apesar de teoricamente serem independentes, é mais interessante ler a saga dos Ravenels na ordem de lançamento, já que acontecimentos dos livros anteriores sempre são mencionados nos seguintes. No livro 1, Um Sedutor Sem Coração, Devon Ravenel herda um condado afundado em dívidas e três primas (Helen, Pandora e Cassandra). Ele acaba se apaixonando pela viúva do seu antecessor, Kathleen. No livro 2, Uma Noiva Para Winterborne, Helen, a mais quieta da família Ravenel, tenta recuperar seu noivado com Rhys Winterborne, um intrigante homem de negócios que faz seu coração bater mais rápido.

Em Um Acordo Pecaminoso, livro 3, a mais excêntrica dos Ravenel, Pandora, acaba em uma situação comprometedora com o homem mais provocante de toda a Inglaterra: Gabriel, lorde St. Vincent. No livro 4, Um Estranho Irresistível, uma amiga de Helen, a doutora Garrett Gibson, acaba se envolvendo em uma secreta e perigosa relação com Ethan Ransom, um ex-detetive metido com espionagem que tem uma relação obscura com a família Ravenel.

Uma Herdeira Apaixonada é o livro 5 e traz história de West, irmão de Devon, com uma viúva teimosa chamada Phoebe, ninguém menos que filha de St. Vincent e Evie (do livro Pecados no Inverno) e irmã do marido de Pandora. Aqui, no livro 6, Pelo Amor de Cassandra, temos a história de Cassandra, que sonha em se casar por amor, mas acaba envolvida com um Tom Severin, um magnata que jura nunca se apaixonar.

A autora anunciou o que seria um sétimo livro, Devil In Disguise. A trama será protagonizada por lady Merritt, filha de Lilian e Marcus (Era Uma Vez no Outono, outro livro da autora) e Keir MacRae, um escocês, cuja relação com a família Ravenel ainda não está clara.

Conheça o restante da saga Os Ravenels:
- Um Sedutor Sem Coração - vol. 1
- Uma Noiva Para Winterborne - vol. 2
- Um Acordo Pecaminoso - vol. 3
- Um Estranho Irresistível - vol. 4


A NARRATIVA

Os Ravenels é uma das minhas séries favoritas da vida. Eu amo a narrativa rápida, inteligente e divertida da obra. Lisa Kleypas tem uma escrita leve que cativa desde as primeiras palavras. Seus diálogos são rápidos, recheados de ironia e provocações. Ela nos faz rir, mas também prender a respiração com momentos de muita tensão sexual e psicológica entre os personagens.

Além disso, ela ainda, na sua narrativa em terceira pessoa, entra na cabeça dos personagens e nos mostra um pouco de seus pensamentos e personalidades tão distintas. É incrível conhecer melhor figuras que foram antes secundárias na série, por isso estava ansiosa demais para ler Pelo Amor de Cassandra. O livro ainda nos presenteia com descrições moderadas, mas que nos transportam para os luxuosos bailes londrinos e tranquilas casas de campo. As palavras da Lisa são mágicas e nos prendem na história do início ao fim.

A TRAMA E OS PERSONAGENS

Diferente dos livros anteriores da saga, Pelo Amor de Cassandra demora a trazer um acontecimento em particular que vai forçar os protagonistas a ficarem mais próximos. Pelo contrário, no início, é uma série de encontros casuais e outros não tão acidentais que fazem com que Cassandra e Tom comecem a se conhecer.

Essa falta de um conflito externo não diminui a força das questões internas que os protagonistas estão vivendo. Curiosamente, os dois são unidos por solidões diferentes. Tom conquistou tudo que o dinheiro pode comprar, mas não tem com quem compartilhá-lo. Enquanto Cassandra é cercada de amor e companhia, mas sente falta de algo ou alguém para qual se dedicar.

Foi justamente pelo conflito de Tom ser mais palpável e identificável para mim que ele me cativou mais que Cassandra. Mesmo ele sendo clichê também, sua personalidade me pareceu mais solidificada que a de Cassandra, que é boa como secundária, como a irmã leal ou a paixonite do mocinho, mas não como protagonista da sua própria história.


Todo o drama de Cassandra de “sou tão bonita que ninguém me leva a sério” é risível, assim como seu desejo vago de casar para ter um propósito de vida. Sua falta de atitude diante as situações também irrita, apesar de afirmar que não é a mocinha que precisa ser salva, é exatamente o que ela acaba sendo quando, um pouco depois da metade da trama, um vilão é introduzido para destruir a reputação de Cassandra e provocar o aprofundamento de seu relacionamento com Tom.

Apesar da motivação da mocinha e do início da trama serem um pouco vagos, a história não é de maneira alguma entediante. A trama se desenvolve de forma rápida, tanto que devorei o livro em dois dias. O casal tem uma química incrível e rever os outros protagonistas da série deixa tudo melhor. Além disso, Pelo Amor de Cassandra ainda agrada com acontecimentos clássicos do gênero, bailes, casamentos e festas no campo luxuosas, mas também surpreende mostrando um pouco do lado menos aristocrático da época, como a vida difícil de crianças pobres ou até mesmo o modo de vida burguês e moderno de Tom (com direito até mesmo a vagão particular de trem).

A EDIÇÃO

Pelo Amor de Cassandra segue o estilo de edição dos outros livros da saga, com diagramação simples, mas um bom tamanho e tipo de fonte, além de páginas cor de creme. Eu gosto bastante da capa, acho que a modelo loira em um vestido azul combina com a Cassandra que imaginei.

CONCLUSÕES FINAIS

Pelo Amor de Cassandra encerra bem o ciclo de história sobre os membros da família Ravenel que já conhecíamos (afinal, podem ter mais livros da saga por vir). As minhas expectativas estavam altas e foram frustradas em relação a mocinha. Cassandra, infelizmente, não conseguiu brilhar ou me conquistar muito em seu próprio livro. Já o mocinho, um magnata lógico e sedutor, conquistou cada pedacinho de mim, mesmo sendo clichê.

A história se desenvolve de forma ágil, bastante focada no relacionamento dos protagonistas, cujos conflitos internos conseguem carregar e movimentar a trama. A narrativa, como sempre, é engraçada e gostosa de ler. Eu devorei Pelo Amor de Cassandra, que mesmo não sendo perfeito, é um livro divertido e romântico que vai conquistar fãs do gênero e da série.


QUOTES FAVORITOS

“— Mas a vida é o tema dos romances. Um romance pode conter mais verdades do que mil artigos de jornal ou documentos científicos. Ele nos faz imaginar, ao menos por algum tempo, que somos outras pessoas, então conseguimos entender melhor alguém diferente de nós.” pág. 20

“De repente, se ele lesse muitos romances sobre os problemas de pessoas fictícias, poderia acabar encontrando alguma pista para resolver o próprio.” pág. 87


Título: Pelo Amor de Cassandra
Título original: Chasing Cassandra
Série: Os Ravenels
Volume: 6
Autora: Lisa Kleypas
Editora: Arqueiro
ISBN: 9786555650549
Ano: 2020
Páginas: 272
*O exemplar lido foi uma cortesia da editora
Compre: Amazon

Conheça mais livros da autora:

Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Sinta-se a vontade para expressar a sua opinião, para divulgar o seu site/blog ou para elogiar ou criticar o blog! Lembrando que comentários com conteúdos agressivos, ofensivos ou inadequados serão excluídos.

(Você também pode entrar em contato comigo por e-mail, formulário ou pelas redes sociais. Saiba mais na página "Contato".)