10.8.20

Os 15 melhores livros da editora Arqueiro


Provavelmente não é segredo para ninguém que eu amo a editora Arqueiro! Ela foi uma das primeiras parceiras aqui do blog e todo o pessoal que conheci de lá é um amorzinho. Mais do que isso, a Arqueiro dá um show de interação nas redes sociais, sempre escuta os pedidos dos leitores e traz para o mercado obras incríveis e muito relevantes.

Acho que não tem um mês sequer que não leio nada da Arqueiro, tanto que em uma postagem no Facebook sobre meus livros, filmes e séries favoritas de Julho/2020, a autora M.C.Jachnkee (@tecendocaminhosehistorias) deu a ideia incrível de uma listinha com meus livros queridinhos da editora! A Arqueiro tem um catálogo muito diverso, então separei minhas escolhas por gênero. Se preparem, porque tem indicação de romance de época até ficção científica! Conheçam os 15 melhores livros da editora Arqueiro (na minha humilde opinião)!

Leia também:



Suspense psicológico
Quem aí não gosta de uma leitura que te deixa arrepiado da cabeça aos pés? Melhor ainda são histórias que, além de mistérios, trazem muita tensão psicológica. Esse é o caso de A Mulher na Janela, um dos maiores sucessos da Arqueiro. O livro de A.J. Finn conta a história de Anna, uma médica psiquiátrica que vive trancada dentro de casa. Pela janela, ela observa os vizinhos despreocupada, até que testemunha um crime terrível e ninguém acredita que o horror de fato aconteceu.

Partes da trama são previsíveis, mas os personagens complexos e intrigantes, assim como a trama com muitas referências ao cinema clássico de suspense conquistam o leitor. A Mulher na Janela ainda traz um desfecho bastante inesperado, movimentado e emocionante. De bônus, o livro ainda fala sobre transtornos mentais, como a agorafobia e psicopatia, e como elas podem isolar as pessoas, destruir relações e levar a fins trágicos. Assim, importante destacar que a obra pode ter gatilhos em relação a depressão, ansiedade, pânico e outros transtornos psicológicos.


Confissões de Inverno não é exatamente um suspense, mas há certo mistério no livro que o torna brutal, arrebatador e profundo. Aqui conhecemos Aidan, um garoto solitário que encontra conforto na figura amável de padre Greg. Contudo, seu mundo desaba quando a verdade sobre o padre acaba na mídia e Aidan passa a ver o relacionamento dos dois com outros olhos. Cheio de altos e baixos, Confissões de Inverno é um livro instigante que nos deixa vidrados na leitura e apegados aos personagens. Não é uma leitura fácil (deixo aqui o aviso de gatilho para abuso sexual e psicológico), mas muito rica.


Compre os livros: Sangue MágicoEnfeitiçadas

Fantasia
Se a sua pegada é mais de livros que fogem completamente da realidade, já tenho duas obras em mente que você precisa ler. A primeira é a incrível e deliciosa fantasia urbana Sangue Mágico. No livro de Ilona Andrews, um apocalipse mágico varreu o planeta da normalidade, tornando coisas como lobisomens e vampiros algo da vida comum. Nessa nova realidade, Kate carrega um segredo: corre muita magia nas suas veias. 

Quando o mentor de Katy morre misteriosamente, ela arrisca sua vida para descobrir o que diabos aconteceu com ele. Ela só não esperava que sua investigação fizesse seu caminho cruzar com o de Curran, o perigoso e sensual líder de uma matilha de metamorfos. Sangue Mágico tem uma história surpreendente, cativante e deliciosa, recheada de muita ação e magia, assim como muito bom-humor. Mesmo que o restante da série não tenha sido lançada aqui no Brasil, vale a pena conhecer.

Quem não gosta de histórias sem final, pode mergulhar em Enfeitiçadas sem medo, toda a trilogia de Jessica Spotswood foi lançada pela Arqueiro há alguns anos. Essa é uma boa mistura de romance de época com sobrenatural e fantasia. Além da história intensa e emocionante de amor de três irmãs bruxas, essa saga fala sobre perseguição, preconceito, alienação religiosa e empoderamento feminino. 

Tudo começa com uma profecia que diz que, antes do alvorecer do século XX, um trio de irmãs chegará a idade adulta, todas bruxas. Uma delas será a bruxa mais poderosa a nascer em muitos séculos e terá poder suficiente para mudar o rumo da história. Quando Cate descobre esta profecia no diário de sua mãe, morta há poucos anos, entende que precisa repensar seus planos. Qual será a melhor opção: servir a Irmandade, longe dos olhos vigilantes dos Irmãos Caçadores de Bruxas, aceitar uma proposta de casamento que lhe garanta proteção e segurança ou abandonar tudo e viver um grande amor proibido? 



Ficção Científica
Ainda em obras que se passam em mundos alternativos, duas indicações muito diferentes, mas igualmente apaixonantes direto do catálogo de ficção científica da Arqueiro. A primeira delas é Vox, de Christina Dalcher. Este é um livro simples, mas desenvolvido com maestria. Na trama, um governo religioso toma conta e mulheres passam a poder falar apenas 100 palavras por dia.

A situação é especialmente desesperadora para a protagonista Jean, uma especialista em neurolinguística que sabe que, crescendo nesse regime cruel, sua filha ficará com uma capacidade de comunicação limitada e visão alienada. Mas, quando o irmão do presidente sofre um acidente e Jean é escolhida para tratá-lo, ela vê uma chance não só de libertar a si mesma e a filha, mas todas as mulheres. A trama explosiva e cativante de Vox nos leva para uma jornada distópica assustadoramente real. O livro é uma lição sobre a importância e necessidade do feminismo, assim como da linguagem. 

O Guia Definitivo do Mochileiro das Galáxias é uma ficção cientifica mais leve, mas igualmente crítica. A Arqueiro tem essa incrível edição que reúne todos os 5 volumes da saga clássica de Douglas Adams

Caso você não conheça, tudo começa no livro 1, O Guia do Mochileiro das Galáxias, em que o azarado humano Arthur Dent descobre no mesmo dia que seu amigo Ford é um alienígena e que toda a Terra será destruída em poucos minutos. Ford e Arthur acabam conseguindo escapar da destruição, somente para embarcar em uma viagem maluca pelo universo, que os farão encarar as situações mais bizarras e os planetas mais remotos, mas também respostas chocantes sobre a origem da Terra, o Universo e Tudo Mais.



Romance jovem
Eu amo tanto Três Coisas Sobre Você que reli o livro, pela terceira ou quarta vez, há alguns meses. Na história de Julie Buxbaum, a protagonista de 16 anos perdeu a mãe e ainda precisa lidar com a mudança para uma nova cidade. Ela se distanciou do pai desde que ele se casou novamente e se sente mais sozinha do que nunca. Tudo muda quando ela recebe um e-mail misterioso, com dicas de como se adaptar a nova escola. E, rapidamente, a garota vai se apaixonando por seu correspondente misterioso. 

Adolescente, divertido e muito fofo, Três Coisas Sobre Você é um livro cheio de clichês, mas cativante e emocionante, a ponto de te fazer rir e chorar. A obra fala bastante sobre seguir em frente e construir um lar no lugar onde você está e com as pessoas com quem você está e de quem gosta. Uma leitura despretensiosa e rápida, mas emocionante e muito gostosa, Três Coisas Sobre Você é um dos melhores romances adolescentes que já li na vida, sem exageros.

Eu já falei centenas de vezes sobre O Sol Também É Uma Estrela e vou continuar pregando a palavra de como ele é incrível! A história de Nicola Yoon narra os encontros e desencontros de dois jovens durante um dia em Nova Iorque. A garota é uma imigrante ilegal jamaicana prestes a ser deportada. O garoto é filho de imigrantes coreanos, cujos pais sonham que vá para Harvard. 

Ela é cética, acredita em fatos e ciência, e ele é um sonhador, que acredita em destino e está se rebelando pela primeira vez. E com um casal tão oposto, a autora criou uma história de amor divertida e surpreendente. Mas mais que nos emocionar e cativar, O Sol Também é Uma Estrela dá uma lição de representatividade, com uma mocinha negra e um mocinho asiático, sem falar que nos faz refletir bastante sobre problemas familiares, identidade cultural, dor, medo do futuro, segredos, paixão, esperança e amizade, assim como preconceito e racismo. Para se devorar de uma vez só, esse romance jovem-adulto é apaixonante e um dos meus queridinhos da vida e da Arqueiro.



Romance contemporâneo 
Álbum de Casamento é uma leitura apaixonante, que além de um romance fofo e divertido, traz também uma história sobre amizade, amor, família e superação. O livro de Nora Roberts superou minhas expectativas e terminei a obra encantada. Na trama, Mac é uma fotógrafa de casamentos que, apesar de registrar o amor diariamente, não acredita que é algo para ela. Até que ela reencontra Carter, um colega de escola que hoje é professor de literatura e acredita que foram feitos um para o outro.



Dramas históricos
A Intérprete é uma obra inteligente, intensa e emocionante e que traz reflexões profundas. A trama começa em 1963, quando a jovem Eva é convocada para ser intérprete julgamentos do campo de concentração de Auschwitz. Enquanto traduz os brutais e chocantes relatos dos sobreviventes, a jovem acaba esbarrando em segredos obscuros de sua família e um lado da natureza humana tão sombrio que ela não imaginava existir.

Com a sensibilidade necessária, o livro de Annette Hess revela a violência nos campos de concentração e os bastidores dos julgamentos de guerra. A tensão psicológica que domina a história compensa pelos acontecimentos previsíveis e tornam a leitura viciante. Mas, o que faz A Intérprete valer a pena são suas mensagens: todos somos humanos e carregamos tanta bondade quanto maldade dentro de nós. Um dos melhores livros que li em 2019 e nos últimos anos, com certeza.


Eu não sabia o que esperar do nacional Tempo de Graça, Tempo de Dor, mas acabei amando demais o livro. A obra começa em um engenho de açúcar em Pernambuco dos anos de 1930 e conta a história da amizade de Maria das Dores e Maria das Graças. Dor, pobre filha de empregados, acaba se aproximando de Graça, a patroinha rebelde com grandes sonhos. Graça define que elas devem virar grandes cantoras de rádio, o que envolverá fugas do colégio, negócios com mafiosos e muito mais.

Com uma trama tão rica, esse romance de época é uma viagem ao passado, além de conhecer o Brasil dos anos 30/40 e o surgimento do samba, refletimos de forma crítica sobre a cultura e situação política da época. Tempo de Graça, Tempo de Dor também ainda permite análises aprofundas sobre opressão, amizade e sexualidade feminina, assim como a busca pelo sucesso. 




Romance de época
Foi com os livros da Arqueiro que descobri meu gênero favorito: romance de época! Eles têm uma infinidade de livros incríveis nesse gênero, mas me segurei e só trouxe 4 dos meus queridinhos para recomendar! Os dois primeiros são de uma das minhas autoras favoritas da vida: Lisa Kleypas.

Divertido e fofo do início ao fim, Era Uma Vez no Outono foi uma leitura deliciosa e viciante. Na trama, lorde Westcliff é um duque arrogante, que não suporta novos ricos como a imprudente e desafiadora Lillian. Contudo, em uma festa no campo, entre discussões e disputas, os dois acabam cedendo a inegável atração que há entre eles e começando um dos romances mais apaixonantes que já li.


Um Estranho Irresistível tem tudo o que se pode querer de um romance de época: uma mocinha forte e a frente de seu tempo, um mocinho gentil e misterioso, e muita ação e mistério com emergências médicas e espionagem, além, claro, de muito romance com direito a encontros secretos e beijos apaixonados. 

Eu amei a obra, que superou minhas expectativas com uma trama única e viciante, além de um casal realista e apaixonante, que cria uma história de amor baseada na igualdade e no respeito. Um Estranho Irresistível foi uma leitura rápida e deliciosa que recomendo para absolutamente todos, especialmente os fãs da saga e da autora.



Sarah Maclean é a minha autora favorita de romances de época! Todos os seus livros são únicos e apaixonantes. Meu favorito é de longe Nove Regras a Ignorar Antes de Se Apaixonar, tanto que a protagonista, Callie, inspirou o nome da minha cachorrinha! A mocinha do livro é, confesso, um pouco chatinha a primeira vista. Uma leitora assídua, Callie sonha em viver grandes aventuras, mas passou a vida sendo boazinha e seguindo todas as regras. Mas, justamente o que torna a personagem tão inspiradora é que um dia ela se cansa disso tudo e resolve fazer o que bem desejar. 

Desde andar a cavalo como um homem, a beber uísque e beijar alguém apaixonadamente, em Nove Regras a Ignorar Antes de Se Apaixonar, a protagonista se coloca nas situações mais malucas para quebrar as convenções sociais uma primeira e última vez. E nessa jornada de rebeldia e autodescoberta ela acaba conhecendo um mocinho dos sonhos. Um romance viciante, apaixonante e muito divertido, Nove Regras a Ignorar Antes de Se Apaixonar também é uma obra sobre empoderamento feminino, que nos faz suspirar e gargalhar, ao mesmo tempo em que refletir, de forma completamente natural. Todos deveriam ler!


E não dava para não falar de uma das minhas séries queridinhas da vida e uma das sagas de romance mais amada da atualidade. Você provavelmente já conhece ou até já leu a história de Diana Gabaldon. No primeiro livro, Outlander: A Viajante do Tempo, uma enfermeira inglesa celebra o final da Segunda Guerra com o marido, na Escócia, quando, sem qualquer intenção, acaba viajando para o passado através de pedras mágicas. 

Presa na violenta Escócia de 1743, ela acaba se aproximando de um jovem nobre guerreiro highlander, que talvez faça com que ela não queira mais voltar para seu próprio tempo. Outlander é uma viagem no tempo para o leitor também, já que nos faz mergulhar no modo de vida e fatos históricos da Europa e, depois, dos Estados Unidos do final do século 18. Mais do que isso, a saga entrega um romance apaixonante e emocionante entre personagens complexos e muito fofos. Batalhas, disputas e intrigas políticas, amizades, magia e muito mais recheiam a trama. Os livros da série não são perfeitos, especialmente por serem volumes bastante longos, mas valem muito a pena a leitura.



E esses são os 15 melhores livros da editora Arqueiro na minha opinião! O que acharam das indicações? E qual seu livro favorito da editora? Deixem suas recomendações nos comentários!

Comente com o Facebook:

1 comentários:

  1. Oie,
    Dessa lista só li O Sol Também É Uma Estrela e amei muito, fui tão pega de surpresa que corri pra fazer uma resenha haha
    Tenho vontade de conhecer os livros de romance de época da editora, porque não tenho muito contato com esse gênero e quero mudar isso!
    Adorei as indicações.

    Beijos,
    Fantasma Literário

    ResponderExcluir

Sinta-se a vontade para expressar a sua opinião, para divulgar o seu site/blog ou para elogiar ou criticar o blog! Lembrando que comentários com conteúdos agressivos, ofensivos ou inadequados serão excluídos.

(Você também pode entrar em contato comigo por e-mail, formulário ou pelas redes sociais. Saiba mais na página "Contato".)