8.10.19

Resenha: A Padaria dos Finais Felizes - Jenny Colgan


A HISTÓRIA

Polly Waterford investiu todo o seu dinheiro e tempo em seu antigo relacionamento, mas agora a sua vida perfeita desmoronou. A empresa que tinha com o namorado faliu e eles vão perder até mesmo o apartamento perfeito em que moravam. Para completar, o namorado em questão está cada vez mais distante e decide que eles devem ficar um tempo separados. Sem literalmente ter para onde ir, Polly começa a procurar apartamentos, afinal, não pode passar o resto da vida morando com Kerensa, sua amiga linda e rica, mas mandona demais.

Assim, Polly comete uma loucura. Ansiosa por um pouco de paz e descanso, ela aluga um apartamento caindo aos pedaços, e logo, muito barato, em cima de uma loja abandonada na pequena ilha de Polbearne. Kerensa obviamente acha que Polly ficou maluca de vez, assim como a própria mulher, que já no dia da mudança se vê enfrentando tempestades inesperadas e uma vizinha mal-humorada. Para ter coragem para enfrentar os novos desafios, Polly recorre a sua terapia favorita: fazer pão.

De massas simples a complicadas, é brincando de padeira que ela redescobre o prazer pela vida e acaba descobrindo vida na minúscula Polbearne. Ela faz amizade, respectivamente, com um filhote de ave, o gentil capitão de um barco de pesca (Tarnie) e até um atraente apicultor americano (Huckle) que também vive na ilha. Cercada de homens bonitos e personalidades curiosas, Polly começa a desabrochar e, quando vê, já está fazendo pão para todos os novos amigos. Parece que sua vida finalmente se abriu de novo para a felicidade e o amor. Contudo, com a padeira da cidade se declarando inimiga de Polly e seus pães, será que ela realmente tem um futuro em Polbearne?


A SÉRIE

A Padaria dos Finais Felizes é o primeiro livro da trilogia de mesmo nome da escritora escocesa Jenny Colgan. Nesse volume, conhecemos a história de Polly Waterford, que se muda para a fictícia ilha de Polbearne (inspirada na bela ilha de St Michael’s Mount), abre uma padaria e se apaixona. No volume 2, Summer at Little Beach Street Bakery, ainda não publicado, é verão e Polly vê seu novo e perfeito relacionamento ser abalado quando uma viúva com a qual ela tem uma amizade frágil decide se mudar para a ilha. No livro 3, Christmas at Little Beach Street Bakery, o natal incrível que Polly estava planejando, ao lado do namorado, é ameaçado quando os segredos da sua família disfuncional vêm à tona. Contudo, a história do livro 1 é bem fechadinha e dá para lê-la como uma obra independente.


TRAMA E CENÁRIOS

Tendo lido e amado outro livro da autora (A Pequena Livraria dos Sonhos), eu estava curiosa para ler A Padaria dos Finais Felizes. E a leitura acabou sendo tão gostosa quanto eu imaginei, apesar de que a autora, começo a perceber, tem o seu clichê favorito: uma garota com a vida bagunçada se muda para uma cidade pequena e passa a viver de sua paixão enquanto conhece dois pretendentes incríveis, sendo que um deles logo vai se revelar péssimo por algum motivo. 

Ou seja, a trama de A Padaria dos Finais Felizes é bem previsível. Contudo, é divertido acompanhar as desventuras da protagonista e sua complicada adaptação a uma cidadezinha litorânea recheada de personalidades inusitadas. Sem falar que tantas menções a pães e comidas deliciosas deixam o leitor com água na boca. Apesar da história não surpreender, o livro conta com dois pontos positivos principais: o cenário e os personagens.

Nesse volume, achei a narrativa em terceira pessoa de Colgan descritiva demais e não tão divertida quanto em A Pequena Livraria dos Sonhos. Contudo, ainda assim a leitura é ágil e, pelo menos, tantos detalhes ajudam o leitor a visualizar com perfeição a bela e fofa ilha de Polbearne, que conta com praias de tirar o fôlego, vila litorânea com direito a farol, santuário de pássaros e até uma cabana de apicultura com jardim de flores.

OS PERSONAGENS

A Padaria dos Finais Felizes é cheio de figuras marcantes e hilárias. Começando com a protagonista, uma padeira amadora que não tem papas na língua e enfrenta qualquer problema. Contudo, gostaria que a Polly não fosse tão boazinha ao ponto de chegar ser meio ingênua e deixar os outros lhe passarem para trás. Para uma moça tão corajosa, só faltava Polly ser mais esperta para que ela conquistasse o mundo. 

Os personagens secundários do livro também são bacanas e tornam a história mais interessante, como o veterinário que odeia gatos e a amiga espalhafatosa de Polly, Kerensa. Mas, nossa atenção acaba se voltando mais para os pares românticos de Polly. Um deles é Tarnie, um pescador que esconde muito mais por trás de sua simplicidade e gentileza, e Huckle, um americano direto, mas que claramente está fugindo de alguma coisa, já que resolveu criar abelhas no meio do nada. Contudo, o secundário queridinho de A Padaria dos Finais Felizes é, claro, Neil, um papagaio do mar puro amorzinho que a Polly passa a criar.


A EDIÇÃO

A edição de A Padaria dos Finais Felizes é boa. A tradução está perfeita e não encontrei erros no texto. A diagramação é simples, mas achei um detalhe fofo o desenho de um pão no início de cada capítulo. O tamanho e tipo de fonte são bons, e gosto que a obra traga páginas amareladas em vez de brancas. A capa de A Padaria dos Finais Felizes é uma gracinha, amei o tom de azul usado e ela traz elementos importantes na história. 

VALE A PENA LER?

Eu estava precisando de um livro para descansar a cabeça e A Padaria dos Finais Felizes foi uma boa pedida, com seu cenário fascinante e personagens cativantes. A narrativa é descritiva demais para meu gosto, mas mesmo a história não sendo surpreendente, o romance é tão levinho e divertido que o devorei em dois dias e fiquei curiosa para ler as continuações. A leitura está recomendada para quem curte romances contemporâneos descompromissados.

QUOTES FAVORITOS

“De repente, Polly sentiu algo. Conforme tacava, empurrava e sovava a massa, era como se a energia ruim estivesse deixando seu corpo.” pág. 55

“De repente, ali, na pequena padaria à beira-mar, começou a sentir que nada era impossível. No fundo do coração.” pág. 178


Título: A Padaria dos Finais Felizes
Título original: Little Beach Street Bakery
Série: A Padaria dos Finais Felizes
Volume:
Autora: Jenny Colgan
Editora: Arqueiro 
ISBN: 9788530600082
Ano: 2019 
Páginas: 336
Compre: Amazon 
*O exemplar lido foi uma cortesia da editora Arqueiro

Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Sinta-se a vontade para expressar a sua opinião, para divulgar o seu site/blog ou para elogiar ou criticar o blog! Lembrando que comentários com conteúdos agressivos, ofensivos ou inadequados serão excluídos.

(Você também pode entrar em contato comigo por e-mail, formulário ou pelas redes sociais. Saiba mais na página "Contato".)