24.2.19

5 motivos porque você não consegue ler tanto como antes


Quando criança, eu ficava frustrada pelos livros infantis serem tão curtos. Quando eu era adolescente, eu lia tudo o que encontrava pela frente. Sempre levava um livro na minha mochila, para ler entre as aulas e, às vezes, até mesmo durante (para o desespero dos meus professores). Eu não ia a festas no final de semana porque estava em casa lendo. Não lendo, respirando livros. Devorando-os o mais rápido que eu podia. 

Na faculdade, as coisas se tornaram complicadas. E as metas de leitura, antes uma inspiração para ler mais, se tornaram fantasmas da minha incompetência literária, me assombrando com o tamanho da minha pilha de não lidos. Eu sempre digo que leitura é hábito e quem não gosta de ler é porque não descobriu ainda seu tipo favorito de livro. Eu ainda acredito em ambos, mas hoje vejo que é mais complicado do que isso. Eu amo livros e posso fazer uma lista, seja em ordem alfabética ou de preferência, dos meus gêneros favoritos. 

Quanto ao hábito de leitura, nos dois primeiros anos de faculdade lutei contra os trabalhos acumulados e aulas intermináveis para não deixá-lo de lado. Contudo, todo esse trabalho duro desmoronou no início de 2019. Uma viagem e uma mudança de cenário e rotina (nesse exato momento estou fazendo intercâmbio em uma universidade da Irlanda), passei de 5 livros por mês para 1 com muito esforço. A minha antiga rotina de leitura (basicamente devorar um livro em qualquer horário vago e nos finais de semana) simplesmente não funciona mais. E esse post é o resultado da minha busca pelo porquê. O título é só uma provocação, porque aqui estão os 5 motivos que percebi, após muita reflexão, que estão me impedindo de ler tanto quanto eu gostaria:

1 - Você continua dizendo que não tem tempo

Tempo é um conceito complexo e estranho, pergunte a um professor de física, um de filosofia e um de artes para ver. Mas pergunte a um estudante universitário e obterá uma resposta apenas: não tenho tempo. E sim, é difícil equilibrar estudos, amigos, família, casa, emprego, viagens e tudo mais. E entre as milhões de coisas que fazemos todos os dias, ler em geral acaba não sendo uma prioridade.

Contudo, tive que ser honesta comigo mesma recentemente e assumir que o problema não é tempo, não de verdade. Se eu não tivesse tempo, não veria todas aquelas fotos que os famosos estão postando no Instagram. Se eu não tivesse tempo, não conheceria o novo meme que está viralizando. Se eu não tivesse tempo, não teria maratonado aquela nova série da Netflix. Eu tenho tempo livre. Então porque não estou lendo?

Pode parecer clichê, mas é verdade quando dizem que você não tem tempo, você faz o tempo. E eu simplesmente estou me organizando de forma que consigo fazer todas as outras coisas que preciso ou quero, menos ler. Então, se queremos ter um hábito de leitura, a primeira coisa a se fazer é admitir: você tem tempo sim para ler todos os livros que quer. Se tem disposição, recursos financeiros, local ideal, paciência e tudo mais já é outra história...

Leia também: 5 dicas simples para ter mais tempo para ler


2 - Você nunca parou de ler, só não está lendo os livros que quer

Desde que entrei na faculdade uma das minhas frases favoritas se tornou: "nossa, não consigo ler mais como antigamente". Sim, na adolescência eu conseguia devorar duas obras com mais de trezentas páginas por semana e estou longe de conseguir fazer isso agora. Mas a questão não é que eu não leio mais, eu só não leio as coisas certas, ou seja, os livros que quero.

Eu nunca parei de ler. A habilidade para tal continua em mim. Pelo contrário até, é provável de que leio ainda mais do que quando era mais jovem. Só que estou lendo outras coisas. Quando falamos sobre leitura, não contamos as extensas horas que passamos lendo notícias na internet, ou textões no Facebook. Não contabilizamos os artigos intermináveis que devoramos por obrigação ou todas as palavrinhas nas legendas de nossas séries favoritas. Então sim, estamos lendo bastante, o tempo todo. Só que não as coisas que queremos.

Claro que eu não posso simplesmente escolher não ler aquele livro que vai cair na minha prova, como um funcionário não pode deixar de ler o relatório que o chefe mandou. Com certeza poderíamos, entretanto, parar de gastar preciosos minutos de leituras com os posts de famosos ou com aquela notícia engraçadinha que nada vai agregar ao nosso dia. Não digo que deveríamos parar de fazer essas coisas, claro, porque ler aquele meme da moda vai trazer alguns minutinhos de alegria. Contudo, talvez podemos substituir uma hora de leitura online por quinze minutos de memes e quarenta em cinco de literatura.

Leia também: 10 dicas infalíveis para organizar suas leituras

3 - Você está contando páginas e tempo de leitura, não experiências

Ninguém passa horas lendo memes engraçados por motivo nenhum. Os lemos porque são divertidos, porque são algo que vai virar assunto na nossa roda de amigos. Não há nada de errado gastar seu tempo livre lendo memes, eles são uma boa experiência, mesmo que passageira e aparentemente insignificante. Livros são uma experiência que ficam com você para a vida inteira, que te mudam, te fazem crescer. Então porque você os conta como páginas lidas ou tempo gasto? Meu ponto é simples: você não precisa ler 50 livros em um mês para ser um grande leitor. Se você leu 1 livro apenas, mas teve uma experiência, seja boa ou ruim (afinal ambas tem o poder de nos mudar), já é o suficiente. 

Muita vezes me desanimo de começar a ler porque penso o quanto já estou para trás na minha meta de leitura, ou como ler só 30 páginas, ou 30 minutos, em um dia não é muita coisa. Mas ler é muito mais que cumprir metas, que poder bater no peito (e postar na internet) que você devorou tantas mil páginas ou que lê tantas horas por dia. Eu realmente gosto de contabilizar e compartilhar o tanto que leio, não há nada de errado nisso, mas eu não deveria ler por esses motivos. Eu me apaixonei por livros porque cada um deles é uma experiência única, com capacidade de me ensinar ou de me fazer sentir alguma coisa. Então, se quero voltar a ter um hábito de leitura, preciso começar pelo objetivo certo, que é acumular experiências, não um número de horas e páginas lidas.

4 - Você não aceita que a sua rotina, e seu ritmo, mudou (seja de vida ou leitura)

Nada permanece o mesmo para sempre, e mesmo assim seres humanos resistem a mudança. Parece meio óbvio, mas eu me esqueço: claro que não vou ler mais como quando eu era adolescente, porque eu não sou mais adolescente. Tenho menos tempo livre agora, claro, assim como outras obrigações e prioridades. Se queremos ter um hábito de leitura, ela precisa ser prioridade, claro, mas nunca mais que outras necessidades básicas, como comida, interação social, estudos, trabalho, etc. É difícil, mas precisamos reconhecer que a nossa vida vai mudar, nossa rotina diária vai mudar, e nossa relação com os livros vai fazer o mesmo. 

Não adianta tentar fazer como antes, é melhor buscar novas soluções, novos horários e locais para ler, assim como novos gêneros. Também é essencial entender que, além da rotina, o ritmo de leitura também muda. Está tudo bem se você não consegue mais devorar 100 páginas num piscar de olhos. Eu fazia isso quando adolescente, mas hoje percebo que evoluo melhor na leitura se a fizer em doses menores. Em vez de passar horas mergulhada em único livro, estou gostando mais de alterar entre diferentes obras, ou entre leitura e outra atividade, a cada meia hora. Minha rotina do momento só permite essa leitura mais vagarosa, então porque lutar contra isso, tentando recuperar meu hábito de ler como era antigamente? Não é melhor fazer diferente e continuar lendo, do que tentar repetir o passado e acabar não lendo nada?


5 - Você não aceita que seu gosto de leitura não é o mesmo

Tudo na vida passa por fases, a relação com os livros não é diferente. Eu amava histórias de aventura quando criança. Virei uma adolescente fascinada por vampiros. Não conseguia colocar um romance de época de lado quando comecei a faculdade. E agora, quase três anos depois, me vi repentinamente sedenta por livros de não ficção. O que criou uma frustração, já que olhei para todos aqueles romances empacados na estante e me senti culpada por não lê-los... o que me fez me punir não lendo nada.

Grande parte do meu desânimo para pegar um livro para ler era olhar para as obras na estante e não me cativar com a sinopse de nenhuma delas. Não que os livros me parecessem ruins, eu só não estava no momento certo para lê-los. E tentar voltar com o hábito de leitura me fez encarar mais uma verdade: o meu gosto está mudando e está tudo bem. Eu ainda amo romances de época e fantasias com vampiros, mas não são todos os livros dessas categorias que me agradam mais, me tornei muito mais seletiva quanto a ambos. Não porque eu ache que meu gosto está "amadurecendo", ele está simplesmente mudando. Quem sabe? Talvez daqui um mês ou um ano eu volte para a minha febre por essas obras. Mas por enquanto meu cérebro pede por outro tipo de livro e, em vez de acabar lendo nenhum, é melhor dar a ele o que ele deseja... 


Bom amores, e esse foi o post de hoje, uma mistura de desabafo/reflexão do porque não leio tanto como antes, mas também uma listinha com algumas dicas para como podemos fazer para retornar ao hábito de leitura. O que acharam? Vocês também já passaram por algo parecido? E como fazem para manter sua rotina de leitura? Comentem mais aí embaixo!

Comente com o Facebook:

3 comentários:

  1. me vi muito nesse texto completo.
    desde que entrei para faculdade notei essas mudanças, me culpo por ler menos, ano passado fiz uma meta de 50 livros, não fiz nem 30, sendo que teve ano que cheguei a ler mais de 100 livros.
    obrigada por esse post, me fez perceber muitas coisas e parar de me culpar por ler menos
    www.dose-of-poetry.tk

    ResponderExcluir
  2. Oi Ana, sem dúvida que os gostos mudam não é mesmo?! Eu passei por isso e às vezes me sinto até perdida, eu olho os títulos e penso que aquele livro é do autor que eu gosto, mais quando pego para ler a leitura não flui, tá bem complicado para mim, porém apesar disso li 9 livros este ano, acho que meu atual problema é eu achar um livro que me prenda na leitura até o fim e enquanto isso não acontece eu vou batendo a cabeça rs

    Beijos Mila

    ResponderExcluir
  3. Amiga linda deu uma saudade de vir por aqui e escolhi essa postagem para comentar pq estou justamente passando por isso a um tempo e concordo com suas palavras.
    Como assim vc está na Irlanda, que babado, aproveite e vá nos contando tudo. Vc é muito guerreira e irá conquistar tudo que deseja, estou na torcida.
    Beijos linda!!!

    ResponderExcluir

Sinta-se a vontade para expressar a sua opinião, para divulgar o seu site/blog ou para elogiar ou criticar o blog! Lembrando que comentários com conteúdos agressivos, ofensivos ou inadequados serão excluídos.

(Você também pode entrar em contato comigo por e-mail, formulário ou pelas redes sociais. Saiba mais na página "Contato".)