31.7.18

Livros, músicas, filmes e séries favoritas de Julho


E nos despedimos de mais um mês de 2018! Mas, não posso reclamar de Julho! Passei o mês todo praticamente de férias, só descansando e colocando o sono e as leituras em dia. Eu esperava ler mais nesse mês de folga, mas, no geral, devorei bons livros que estavam há algum tempinho na minha estante. Também consegui colocar várias das séries que acompanho em dia e, ainda, ver alguns filmes bem legais. Também tivemos algumas postagens bacanas aqui no blog, como uma sobre romances de época que eu estava prometendo há meses! Então, sem mais delongas, vamos falar do que Julho teve de melhor? Tenho indicação de romance de época, série médica, filme sobre autismo e mais. Confiram:

Relembre os livros, músicas, filmes e série favoritas de Junho

Estou lendo:

Depois do final chocante do segundo livro da série O Protetorado da Sombrinha, fiquei louca para ler o livro 3: Inocência?. E estou quase na metade da obra e gostando bastante. Sinto que a autora recuperou o seu ritmo e está conseguindo entregar uma história mais divertida e intrigante que a do livro 2. Acredito que nos próximos dias termino Inocência? e bem mais satisfeita do que quando acabei o livro anterior.

Conheça a série O Protetorado da Sombrinha:

Livros lidos em Julho:

Mesmo estando de férias, acabei não lendo tantos livros quanto esperava. Terminei Julho com um total de 6 leituras, todas, no geral, boas e de gêneros variados. Minha única decepção do mês foi, justamente, minha primeira leitura. Eu estava ansiosa para Fique Comigo depois de amar o primeiro livro da série, Espero Por Você. Mesmo sendo uma rápida e divertida em alguns pontos, senti que a obra banaliza assuntos sérios como suicídio e abuso, o que não me deixa recomendá-la para ninguém. 

Mas, em compensação, li Aos Dezessete Anos em seguida, que é um exemplo de como temas pesados podem ser tratados de forma sensível, mas leve. O livro é gostoso de ler e, entre outros assuntos, fala muito bem sobre racismo. Nenhuma surpresa que Aos Dezessete Anos se tornou meu livro favorito de Julho, não é mesmo? Já A Mulher Entre Nós foi a leitura de suspense do mês. Mesmo não sendo tudo o que eu esperava, o livro conseguiu me surpreender bastante no final.

Leia a resenha das obras:


Nenhuma surpresa que metade das minhas leituras de Junho foram romances de época, não é verdade? Um dos lançamentos que eu mais esperava nos últimos meses, A Duquesa Feia, não conseguiu ser tão bom quanto os livros anteriores da saga. Contudo, a minha leitura foi bastante rápida e divertida, especialmente na primeira parte do livro. Em seguida devorei minha segunda leitura favorita do mês, Como Se Vingar de um Cretino. Peguei a obra sem muitas expectativas e acabei me surpreendendo bastante. O livro é hilário, além de muito fofo, e sem sombra de dúvida um dos romances de época mais criativos que já li. A Verdade Sobre Amores e Duques foi, igualmente, uma boa surpresa. A história é muito gostosa de ler, além de rápida e sensual. O livro foi uma boa despedida para Julho!


Próxima leitura:

E como eu não passo muito tempo sem devorar um romance de época, minha próxima leitura é justamente o mais novo lançamento da Lisa Kleypas. Eu amei Um Sedutor Sem Coração, primeiro livro da série Os Ravenels, e agora estou bastante curiosa pelo próximo volume. Uma Noiva Para Winterborne parece tão sensual e divertido como o anterior, mas mais misterioso e, ainda, com pitadas de ação.

Músicas favoritas do mês:

Como todo mundo, fui pega completamente de surpresa pelo novo single da Ciara. Nunca fui fã da cantora, que estava bem sumidinha há alguns anos, mas é impossível não ficar viciado em Level Up. A música dançante é do tipo que te deixa instantaneamente animada, em qualquer hora do dia e em qualquer lugar. Sem falar que a letra não é exatamente complicada e o refrão fica na cabeça! Level Up não vai sair das minhas playlists tão cedo!


E nem preciso dizer que pirei quando uma das minhas bandas favoritas, Twenty One Pilots, resolveu lançar música nova! Apesar do clipe esquisitinho, eu imediatamente me viciei em Jumpsuit! A música, como grande parte das canções da dupla, mescla momentos mais lentos com mais agitados (bem voltados para o rock), e uma letra aparentemente simples, mas com significados bastante profundos. Como podem imaginar, não consigo parar de escutar Jumpsuit!

Melhor filmes de Julho:

Dois longas completamente diferentes me conquistaram esse mês. O primeiro deles é um suspense que estava na minha listinha desde o seu lançamento, no início desse ano. Na Escuridão (In Darkness) traz uma trama simples, mas consegue entregar uma história intrigante e com uma boa reviravolta no final. Com muita ação e mistério, o filme conta a história de uma pianista cega que, um dia, escuta sua vizinha ser assassinada. A morte chama atenção não só da polícia, mas também do pai da moça assassinada, um empresário acusado de crimes de guerra. Na Escuridão foge do esperado ao trazer uma protagonista cega, mas também por desenvolver sua história de maneira que não imaginamos. O suspense tem um ritmo mais lento, mas que te deixa preso a trama do início ao fim.

Conheci o segundo filme, o drama Jack of the Red Hearts, por acaso e decidi vê-lo apenas porque reconheci uma das atrizes no trailer. E, no final, o filme acabou me conquistando completamente. A história nos apresenta a uma jovem delinquente que, para obter a guarda da sua irmã, tenta pelo menos fingir que é uma adulta responsável. Assim, através de muitas mentiras, ela consegue um emprego como cuidadora de uma garota autista. O trabalho se mostra bem mais difícil do que ela esperava, mas as coisas se complicam mesmo quando ela começa a se apegar a menina e a sua família, e entende que não poderá manter a farsa para sempre. Sem grandes momentos ou reviravoltas, Jack of the Red Hearts é um filme fofo e divertido, mas muito realista sobre a rotina de uma família com uma criança autista. O longa ganha pontos por não romantizar o transtorno, mostrando tanto o lado difícil e cansativo de lidar com ele, como o inesperado e divertido. Ainda com excelentes atuações, Jack of the Red Hearts é uma obra cativante, que recomendo para todos que se interessem por sua temática.

Séries queridinhas do mês:

Minhas séries favoritas do mês também são bem diferentes uma da outra. A primeira delas é uma irresistível comédia com pitadas de drama. Grown-ish tem apenas uma temporada, então é excelente para uma boa maratona. Na história, uma jovem enfrenta os desafios da vida universitária. Pela primeira vez completamente responsável por si mesma, a garota se redescobre como jovem adulta, em meio a festas e dramas amorosos, questionando não só a si mesma como o mundo ao seu redor. O que eu mais amo em Grown-ish é que a série aborda tanto os dramas divertidos e leves da universidade, como temas mais pesados, e bastante atuais, como racismo, tráfico e uso de drogas, as pressões dentro da faculdade e do primeiro emprego, e muito mais. Tudo isso com muitas referências a cultura pop atual e, ainda, um elenco muito talentoso e personagens diversos tanto em etnia quando em orientação sexual. Grown-ish foi uma excelente surpresa, e que recomendo para todos.

The Good Doctor também me surpreendeu positivamente. Em geral, não gosto de dramas médicos, mas esse tem algo especial: um protagonista autista. A história começa justamente com a contratação de um residente de cirurgia autista, o que traz tensões e desafios inusitados para a equipe de um hospital. Além de discutir a inserção de pessoas autistas na sociedade e no mercado de trabalho, assim como o preconceito que sofrem e dificuldades que enfrentam, The Good Doctor também traz bastante drama com doenças inesperadas e complicadas, cirurgias tensas, brigas entre médicos e as aventuras e desventuras amorosas e familiares de todos os personagens. Com apenas uma temporada também, a série vale uma boa maratona, que vai tanto provocar risadas quanto te deixar com o coração acelerado.

Postagens do mês:
Resenhas (livros)

Listas e dicas sobre livros

Listas sobre séries e filmes

Outros


E esse foi o meu resumo do mês de Julho, com meus livros, músicas, filmes e séries favoritos do mês, além de todas as postagens que saíram aqui no blog. Esse foi um bom mês, mas já prevejo que Agosto será bem mais agitado, e talvez um pouco menos produtivo... Mas espero, pelo menos, conseguir manter o mesmo ritmo de leitura!

Agora quero ouvir de vocês: o que acharam do que vi, ouvi e assisti em Julho? Curtiram as indicações? E quais os favoritos do mês de vocês? Me recomendem filmes, séries, músicas e livros aí nos comentários!

Comente com o Facebook:

1 comentários:

Sinta-se a vontade para expressar a sua opinião, para divulgar o seu site/blog ou para elogiar ou criticar o blog! Lembrando que comentários com conteúdos agressivos, ofensivos ou inadequados serão excluídos.

(Você também pode entrar em contato comigo por e-mail, formulário ou pelas redes sociais. Saiba mais na página "Contato".)