14.4.18

Resenha: Alma? - Gail Carriger


A HISTÓRIA

No mundo da senhorita Alexia Tarabotti, almas, vampiros, lobisomens e fantasmas são tão reais quanto carruagens equipadas com serviço automático de chá (movido a vapor). Mas, a moça pertence a uma classificação mais obscura, que poucas pessoas conhecem, chamada de preternatural. Isso significa que Alexia é uma humana que nasceu sem alma. Por culpa dos imortais e suas almas que se recusam a morrer, causando um desequilíbrio cósmico. outras pessoas nascem sem elas, como Alexia e seu pai, um italiano já falecido. Mas, alguns diriam que o maior problema de Alexia nem é a falta de alma ou a descendência italiana que lhe deu uma pele mais escura e um nariz grande. 

O maior defeito da moça é sua incrível habilidade de se meter em problemas, assim como sua tendência a desobedecer as regras sociais. E Lorde Maccon não tem medo de dizer exatamente isso para a srta. Tarabotti quando a encontra desacompanhada em uma biblioteca com um vampiro que acabara de matar sozinha. Um lobisomem escocês, Alfa da alcateia londrina e líder da DAS (Departamento de Arquivos Sobrenaturais), subordinado apenas da Rainha Vitória, Lorde Maccon parece não suportar Alexia. Sempre que se encontram, eles acabam discutindo e trocando farpas. Ele acha a srta. Tarabotti uma mulher por demais atrevida e enxerida, enquanto Alexia vê o lobisomem como um homem rude e mandão.

Contudo, o destino, ou forças sombrias que rodam a capital inglesa, fazem o caminho dos dois se encontrarem constantemente. A pedido da Rainha, Lorde Maccon tenta descobrir o que diabos está acontecendo, sem muito sucesso. Mas, quando Alexia se envolve, entrando em colmeias de vampiros, investigando fofocas e desfiando as ordens diretas do lobisomem para não se envolver, algumas respostas veem a tona. Vampiros e lobisomens por todo o país estão desaparecendo rapidamente, deixando a comunidade sobrenatural tensa e propensa a tomar medidas drásticas – como se voltar contra humanos indefesos. Agora, para evitar que mais pessoas se machuquem, humanas ou não, com alma ou não, Lorde Maccon e Alexia terão aprender a trabalhar em conjunto. Entretanto, tudo se torna mais complicado quando passam a sentir uma atração poderosa entre si.


A SÉRIE

Alma? é o primeiro dos cinco volumes da série O Protetorado da Sombrinha, de Gail Carriger. Um steampunk, a saga se passa em um mundo onde seres sobrenaturais são reais e convivem com humanos, o que acarretou em uma evolução tecnológica muito mais cedo do que na história real. Assim, em plena Inglaterra Vitoriana, bailes são os lugares perfeitos para se exibir vestidos glamourosos e conhecer lobisomens e vampiros, máquinas movidas a vapor coexistem com carruagens, etc. Alma?, como toda a série, acompanha Alexia Tarabotti, uma humana sem alma, e seu relacionamento com o Lorde Maccon, um poderoso lobisomem, envolvidos com mistérios sobrenaturais.

“- Ninguém em sã consciência descreveria a srta. Tarabotti como uma covarde. Quando ameaçada, ela revidava prontamente. Talvez por ser preternatural ou por sua péssima tendência à teimosia.” pág. 85


A LEITURA

Há anos ouço falar de Alma? e a série O Protetorado da Sombrinha. Com o livro há tanto tempo em minha listinha, estava com expectativas gigantescas para a obra e, felizmente, não fui decepcionada. Confesso que as 30, 50 primeiras páginas do livro foram um pouco confusas. Gail Carriger não faz nenhum tipo de introdução ou explicação sobre o universo rico que criou, então o leitor é sobrecarregado com personagens, cenários e acontecimentos incomuns. Desde a primeira página, por exemplo, fica claro que Alexia e Maccon já se conhecem há bastante tempo e já entraram em conflito em vários momentos, algo que a autora não explica completamente, e me deixou um pouco perdida.

Contudo, conforme a história se desenvolve, vamos nos acostumando a esse mundo steampunk e seus personagens. Algo que Alma? tem a seu favor são diálogos muito divertidos, cheios de ironias e provocações que dão uma química gostosa não só para os protagonistas, mas para o relacionamento entre os personagens secundários. A escrita de Carriger é um pouco descritiva demais em certos momentos, mas algo que eu creio ser muito necessário em um livro que se passa em um universo completamente estranho. Entretanto, como já disse, a autora não fica explicando cada pequeno detalhe, e assim, no final, sua narrativa acaba sendo fluída, assim como engraçada.

Além de uma narrativa prende o leitor, Alma? ainda conta com uma boa trama. Ação, mistério, comédia e romance se intercalam muito bem, nos fazendo rir em uma página, ficar apreensivos em outra e suspirar em uma terceira. Os acontecimentos da obra são completamente fora da realidade e um pouco caricatos, o que achei perfeito para um livro que se passam em uma Inglaterra Vitoriana steampunk onde seres sobrenaturais existem e convivem com humanos. A história tão pouco realista, talvez até um pouco maluca, nos faz viajar completamente para o universo criado pela autora, sendo um escape divertido e intrigante da vida real. Apesar da solução do grande mistério de Alma? ter sido previsível, ele consegue entreter e dar umas pitadas de tensão e emoção, com direito até a sequestro e lutas, à obra. Contudo, o romance já seguiu caminhos menos esperados e se tornou a parte mais gostosa da obra. Assim, terminei Alma? com um gostinho por mais da Alexia e Maccon, um casal apaixonante e divertido, como falarei no próximo tópico.


OS PERSONAGENS

Apesar de seu cenário único e rico, e trama que provoca diversas emoções, o grande charme de Alma? são seus personagens. Todos são fascinantes, com personalidades únicas e papel na trama. Começando pela mocinha, que é uma preternatural, uma humana sem alma. Uma mulher inteligente e a frente do seu tempo, que sempre se mete em confusão por ser curiosa e bondosa demais. Alexia sempre quer ajudar os outros, mas também quer ajudar a si mesma e ter uma vida que vale a pena ser vivida. Eu gosto que Alexia não é perfeita, ela é teimosa e várias vezes age por impulso, mas a mocinha tem noção de seus defeitos e tenta contrabalanceá-los com suas qualidades. Engraçado que, mesmo não tendo alma, Alexia é gentil e empática até demais, colocando mais a si mesma do que outras pessoas em perigo.

“A srta. Tarabotti costumava manter sua condição de não ter alma em segredo, até mesmo para a própria família. Contudo, não era uma morta-viva, e sim um ser humano, que respirava e simplesmente… carecia de algo.” pág. 28

Enquanto a srta. Trabotti age muito sem pensar, Lorde Maccon é o tipo de cara que sempre tem um, dois, três planos na manga. Um lobisomem escocês, ele é considerado rude por não se importar com regras sociais bobas e bajulação. Mas, no fundo, seu jeito direto e mandão é apenas uma de suas faces de Alfa. Por ser um líder nato, Maccon se preocupa com absolutamente todo mundo, ser sobrenatural ou não, e mesmo não querendo ser um herói, ele está sempre tentando salvar alguém. Contudo, felizmente, mesmo resmusgando, brigando e descordando de Alexia, Maccon nunca é abusivo, como outros mocinhos que já vi por aí… Como casal, eles são uma mistura explosiva, longe de ser perfeita, mas inevitável. Sempre trocando palavras ácidas e hilárias, Alexia e Maccon nunca deixam que o outro tenha a última palavra, mas vão aprendendo a se encontrar no meio de suas vontades. Eles não mudam quando se apaixonam, ou deixam o outro dominá-los, o que os torna um casal fofo e muito cativante. Sério, esses dois conquistaram um espacinho no meu coração.

Mas, nem só de Alexia e Maccon é feito Alma?. A obra conta com um bom número de personagens secundários incríveis, impossíveis de não se cativar a eles. Adorei o professor Lyall, lobisomem, segundo no comando e melhor amigo de Maccon. Ele é inteligente e gentil – e estou torcendo para que encontre uma parceira também nos próximos volumes da série. O espalhafatoso vampiro Lorde Akeldama também me encantou com seu jeito divertido e fofoqueiro. O melhor amigo sobrenatural de Alexia é um amor, mas sinto que ele esconde muito mais debaixo de seu jeito afetado e sinto que o personagem tem vários segredos a serem revelados. E, por fim, gostei bastante também de Ivy Hisselpenny, melhor amiga de Alexia, e dona de chapéus horrendos. Nesse livro, ela é apenas uma humana inocente, e espero que se envolva mais com o sobrenatural nos próximos livros.

A EDIÇÃO

Alma? tem uma edição excelente. A tradução está perfeita e a diagramação traz alguns detalhes fofos. Confesso que não gosto muito da capa do livro. Ela não é bonita ou muito atrativa, mas combina perfeitamente com a obra ao retratar Alexia e sua sombrinha fiel, assim como o caráter steampunk/sobrenatural da história.


CONCLUSÕES FINAIS

Alma? valeu toda a espera e superou as minhas expectativas. Emocionante, fofo e divertido, com uma mistura de romance, ação, mistério e comédia, esse steampunk faz jus a sua fama. A obra traz um cenário rico e único, assim como personagens incríveis e cativantes. Com uma história meio maluca e um pouco previsível, mas completamente hilária e que nos prende do início ao fim, Alma? é a obra perfeita para quem quer fugir da normalidade do nosso mundo. Essa Inglaterra Vitoriana steampunk povoada por seres sobrenaturais e uma humana sem alma que se mete nas mais diversas confusões foi uma leitura deliciosa e viciante. Estou simplesmente maluca para devorar os próximos livros da série, assim como tudo que a autora já escreveu.

QUOTES FAVORITOS

“- Hum, Alexia?’ - Ele a encarou. Seria medo o que transparecia naqueles olhos cor de caramelo?
-Vou me aproveitar de você’ – disse ela, e sem lhe dar uma chance de responder, começou a soltar a gravata.” pág. 145

"Com Alexia, tudo era imprevisível. Uma união cheia de surpresas e emoções era mais que qualquer um poderia desejar. E Lorde Maccon nunca fora do tipo que ansiara por uma vida pacata." pág. 186

“- Não quero me precipitar agora. Você é inexplicavelmente tentadora. 
Ela anuiu, batendo com suavidade na cabeça dele. 
– O sentimento é mútuo, (...). Para não dizer inesperado”. 249


Título: Alma?
Subtítulo: Um Romance Sobre Vampiros, Lobisomens e Sombrinhas
Título original: Soulless
Série: O Protetorado da Sombrinha
Volume: 1
Autora: Gail Carriger
Editora: Valentina
ISBN: 9788565859042
Ano: 2013
Páginas: 308
Compre: Amazon - Submarino

Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Sinta-se a vontade para expressar a sua opinião, para divulgar o seu site/blog ou para elogiar ou criticar o blog! Lembrando que comentários com conteúdos agressivos, ofensivos ou inadequados serão excluídos.

(Você também pode entrar em contato comigo por e-mail, formulário ou pelas redes sociais. Saiba mais na página "Contato".)