9.9.17

4 livros com referências a Orgulho e Preconceito para quem ama Jane Austen


São poucos os escritores que conseguem a grande façanha de serem amados tantos pelos críticos quanto pelos leitores "comuns" e Jane Austen é um deles. Apesar de não ter vivido de forma extravagante ou aventureira, Austen chegou até a ser agraciada com certo reconhecimento por seu trabalho literário ainda em vida, algo raro para autores clássicos, ainda mais para as mulheres. Seus romances, hoje bestsellers invictos, que conquistam a cada ano mais fãs de todas as idades e lugares, proporcionam, por trás de uma máscara de inocência romântica, ironia e críticas afiadíssimas a uma sociedade patriarcal limitada, preconceituosa e fútil.

Apesar de haver muita discordância se seria a melhor obra de Austen, é indiscutível que Orgulho e Preconceito se tornou a mais amada e lida da autora, um convite de entrada para suas outras obras. Por isso, não é de se surpreender que Orgulho e Preconceito tenha gerado tantas adaptações e releituras, e inspirado, até hoje, mais histórias de amor do que poderíamos contar. Entretanto, se você é um fã de Jane Austen, vai adorar mergulhar na minha lista de hoje, sobre 4 livros de romance incríveis que fazem muitas referências deliciosas a Orgulho e Preconceito! Peguem os seus leques e xícaras de chás, e confiram as minhas indicações:

E já vou começar com uma releitura, porque quanto mais referências a Austen, melhor, concordam? Eu já recomendei O Diário Secreto de Lizzie Bennet várias vezes aqui no blog, e vou continuar falando sobre o livro, pois ele é incrível! A obra, na verdade, é uma adaptação de uma web série americana, mas funciona perfeitamente como uma história literária. Em O Diário Secreto de Lizzie Bennet, Lizzie é uma jovem de nossos tempos, que, entre ter que lidar com a faculdade, o medo do futuro e as maluquices de uma de suas irmãs, não está nem um pouco preocupada em arrumar um namorado.

Mas, a mãe de Lizzie está ansiosa para que suas filhas se casem logo e leva a família a loucura quando um estudante de medicina rico e bonito se muda para a vizinhança, com seu amigo arrogante e igualmente rico e bonito a tiracolo. E Lizzie registra tudo isso não só em seu diário, mas em vídeos para a internet, que logo começam a fazer sucesso. O Diário Secreto de Lizzie é um romance fofo e muito divertido, daqueles que você lê de uma vez só, dando muitas risadas e suspiros! Se você ama Orgulho e Preconceito e Jane Austen, vai amar, com certeza, essa releitura!

- Leia a resenha de O Diário Secreto de Lizzie Bennet e se apaixone também por essa adaptação moderna de Orgulho e Preconceito


Ligeiramente Perigosos é quase uma releitura de Orgulho e Preconceito, mas consegue ser, ao mesmo tempo, um romance de época único e surpreendente. Na obra, um poderoso e arrogante Duque tenta se recuperar da morte de uma amante de longa data indo a uma festa no campo, algo que ele jamais faz. Lá, acaba preso entre a pequena nobreza rural (que considera não ser digna de sua presença), mas fica incomodado com uma moça em particular, uma viúva expansiva e falante, que parece seduzir a todos com seu bom-humor e espírito livre. A mocinha também antagoniza logo de cara com o Duque arrogante, que a acha escandalosa demais. Contudo, como podem imaginar, tanta antipatia logo desperta algo mais, uma paixão intensa que vai fazer ambos questionarem seus preconceitos e orgulhos. Ligeiramente Perigosos é uma obra divertida e fofa, com um casal apaixonante e momentos incríveis de discussões acaloradas e beijos românticos!



Minha terceira recomendação é um romance de época que bem poderia ter sido escrito pela senhorita Austen, mas que é fruto de uma das minhas autoras favoritas do gênero: Julia Quinn. Em Os Mistérios de Sir Richard, Iris é uma jovem sem grande beleza ou talento, que nunca viveu um grande amor. Mas, uma garota prática e inteligente, ela não pensa que tudo mudou quando Sir Richard, um nobre pobre, mas charmoso e respeitável, se aproxima dela. Todos sabem que ele precisa de uma esposa com posses, e Iris não se importa que seja ela. Contudo, Sir Richard se esforça para agradá-la e logo fica claro, que, por trás de tantos galanteios, ele esconde um segredo. 

Com muitas confusões, jogos de sedução, dramas e bailes, Os Mistérios de Sir Richard traz uma história de amor tão atrapalhada pelo orgulho e pelo preconceito quanto as de Jane Austen. Mas, mais do que isso, a obra traz diálogos divertidos onde os personagens até mesmo discutem sobre o livro Orgulho e Preconceito! É uma chuva de referências maravilhosas, diretas e indiretas, que com certeza vão agradar os fãs da autora!



E por fim, uma das minhas leituras mais recentes e gostosas! O Clube de Leitura de Jane Austen, como o nome já entrega, traz a história dos participantes inusitados (uma senhora que já se casou diversas vezes, uma recém-divorciada, uma amante de cachorros que nunca se casou, uma jovem lésbica e um cara amante de ficção científica) de um clube de leitura das obras da autora inglesa. Esse livro traz inúmeras referências e até mesmo conversas diretas sobre as histórias de Austen, mas tem, em segundo plano, um romance recheado de obstáculos e problemas que lembram bastante Orgulho e Preconceito! O Clube de Leitura de Jane Austen é uma obra muito divertida, carregada de uma ironia gostosa que faria a própria Austen gargalhar, além de muitas reflexões sobre os relacionamentos nos nossos tempos! Vocês precisam ler esse livro!



Quantos livros fofos e apaixonantes, não? O que acharam da minha listinha sobre 4 livros com referências a Orgulho e Preconceito para quem ama Jane Austen? Já leram ou ficaram com vontade de ler alguma das obras? E vocês conhecem mais livros que lembram o clássico inglês? Não deixem de comentar aí embaixo!

Comente com o Facebook:

2 comentários:

  1. Olá Ana!
    Amei sua lista :)
    Ainda não li nenhum deles, mas já tenho em casa hahaha preciso urgentemente colocar na minha TBR. Jane Austen é minha autora clássica favorita, adoro todos os livros dela, mas Orgulho e Preconceito é e sempre será meu livro de cabeceira.
    Beijos!

    Books & Impressions

    ResponderExcluir
  2. Oi! Amo seu blog e adorei o post <3

    Só tenho uma pequena ressalva que acho um pouco importante, principalmente quando comparamos autoras (maravilhosas) como Julia Quinn à Jane Austen. É importante que a gente lembre que o objetivo da Austen não era criar um romance bonitinho, como é o objetivo da Quinn... O romance de Austen é muito mais uma critica social pesada, que por coincidencia tinha um "romance amoroso" no meio. Já o objetivo da Quinn, é realmente construir romances mais românticos e bonitos, mostrando o melhor e pior do amor...

    Enfim, era isso
    Abraço!

    ResponderExcluir

Sinta-se a vontade para expressar a sua opinião, para divulgar o seu site/blog ou para elogiar ou criticar o blog! Lembrando que comentários com conteúdos agressivos, ofensivos ou inadequados serão excluídos.

(Você também pode entrar em contato comigo por e-mail, formulário ou pelas redes sociais. Saiba mais na página "Contato".)