23.8.17

5 livros adolescentes com protagonistas fora dos padrões


Representatividade importa e ponto. Toda vez que li um livro (ou vi um filme, assisti uma série) com uma personagem fora do padrão, com um cabelo cacheado e rebelde como o meu, ou com paixão por livros e amor por bandas de rock n', roll, algo se acendia dentro de mim. Ver e ler sobre personagens que se parecem comigo me faz sempre me sentir menos sozinha, mais alegre e contente comigo mesma, por poder imaginar que eu não sou a diferentona esquisita e que o mundo está cheio de pessoas como eu. 

E é por isso que obras com personagens que fogem do esperado são tão importantes, especialmente quando você é jovem e mais propenso a não gostar de quem você é. Por isso, hoje trouxe uma listinha super especial e cheia de amor sobre 5 livros adolescentes com protagonistas fora dos padrões! Se preparem para conhecer histórias incríveis:


O Sol Também É Uma Estrela é especial de tantas maneiras. Essa história de amor inusitada entre dois adolescentes na cidade de Nova Iorque também fala sobre dor, medo, segredos, paixão, esperança e amizade. Mas, o livro vai além e trata de preconceito, racismo e todas as expectativas e dificuldades de ser um imigrante. E tudo isso graças a seus protagonistas: uma garota negra, nascida na Jamaica e imigrante ilegal nos EUA, e um garoto filho de imigrantes coreanos, mas criado nos Estados Unidos. Nem preciso dizer que O Sol Também É Uma Estrela é uma obra impactante e poderosa, contudo, preciso comentar também que é um romance jovem super fofo e divertido! Vocês precisam ler!



Representatividade é importante quanto a cor da pele e etnia, mas também bastante necessária quanto a orientação sexual, que apresenta configurações tão diversas e que merecem ser representadas. A maioria dos livros do David Levithan, um dos meus autores favoritos, mesmo os com casal principal de héteros, traz algum personagem fora do padrão heteronormativo. Contudo, meu livro favorito do autor é um romance gay incrível. Dois Garotos Se Beijando traz uma poderosa história de oito meninos gays que, apesar de vidas e personalidades tão diferentes, acabarão por se cruzar quando dois deles resolvem quebrar o recorde de beijo mais longo da história. O autor fala bastante sobre aceitação, liberdade, identidade e preconceito de um modo leve e gostoso de ler. Dois Garotos Se Beijando merece ser lido por todos!

Conheça Dois Garotos Se Beijando e mais livros do David Levithan:


Apesar da literatura já ser mais aberta a romances gays, histórias de amor protagonizadas por duas garotas ainda são bem incomuns. Por isso livros como Doce Vampira são tão importantes. Nessa obra sobrenatural, acompanhamos uma garota humana e uma garota vampira, ambas adolescentes, que precisam lidar com um governo autoritário e famílias cheias de preconceito para poder ficarem juntas. Apesar de ter um ar mais sensual, Doce Vampira também tem grandes doses de distopia e crítica em meio a muito romantismo. É uma história doce, empoderadora e nacional, que nos entrega um romance apaixonante que nos faz refletir sobre preconceito e homofobia! Tinha que estar nesse listinha, não é mesmo?



Diferente do que pensamos, mesmo livros com protagonistas brancos e héteros podem sim ser representativos, empoderadores e passar mensagens positivas. Esse é o caso de Dumplin', uma das minhas leituras mais recentes e mais gostosas. No livro, acompanhamos uma garota gorda que, depois de anos feliz com suas curvas, precisa lutar para recuperar sua autoestima quando começa a namorar um cara gato e se perguntar se o fato de ser gorda não a torna menos desejável que as outras garotas. E, para se tornar a garota autoconfiante que era, ela resolve participar de um concurso de miss para provar para si mesma que não só as garotas magras têm direito a felicidade. Falando bastante sobre padrões de beleza, Dumplin' consegue, em meio a uma trama hilária e muito fofa, mostrar que ninguém é perfeito e todo mundo merece ser amado, até mesmo as pessoas gordas (e que ser gordo não é defeito nenhum). Enfim, um livro incrível que eu gostaria que todos lessem.



E, claro, eu não poderia deixar de fora uma obra que falasse sobre saúde mental. É preciso que a sociedade entenda que ter um transtorno mental não te faz uma pessoa louca, que precisa viver a parte do mundo. E O Herói Improvável da Sala 13B mostra bem como todos nós podemos sofrer de algum distúrbio que afeta o nosso humor, raciocínio ou comportamento, e que, com o apoio profissional adequado, assim como o da família e dos amigos, é possível conviver de forma saudável com o transtorno e ter experiências como outra pessoa qualquer. Ao retratar a história do amor inusitado, mas fofo, de dois jovens com TOC, O Herói Improvável da Sala 13B nos mostra bem como é a rotina diária de pessoas com Transtorno Obsessivo-Compulsivo, além de passar uma mensagem bacana sobre autoaceitação, sobre como não há nada de errado em não ser uma pessoa perfeita e como é preciso ajudar quem está sofrendo sem estigmatizá-lo ou exclui-lo. O Herói Improvável da Sala 13B é um livro adolescente divertido e apaixonante, além de poderoso!



Bom amores, e essa foi a minha listinha de hoje, sobre 5 livros adolescentes com protagonistas fora dos padrões! Agora me contem, quais as obras para jovens mais representativas que vocês já leram? E vocês também acham importante livros com personagens negros, gays, gordos, entre outros mais?

Comente com o Facebook:

2 comentários:

  1. Adorei a lista de livros e estou com Dois garotos se beijando na minha TBR, em breve lerei e farei uma resenha!

    https://joaninhaliterariaa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi, Ana!

    Meus parabéns pela escolha da temática! Temos que fazer com que os adolescentes e os jovens lerem mais livros assim, para evitar que cresçam e virem adultos acreditando que homofobia, preconceito e exclusão dos diferentes são ideias que devam ser levadas à frente na sociedade.

    Gostei bastante mesmo da escolha dos livros: de todos os cinco, eu só tenho o Garoto beija Garoto, do David [história linda e marcante!], mas fique tranquila que vou ler todos os outro quatro, pois fiquei cativada para ler as histórias dos protagonistas! *__*

    Eu gostaria de te indicar mais alguns... Posso?

    - One Man Guy, de Michael Barakiva [editora Leya] = um dos meus xodós, One Man Guy conta o namoro do Alek [15 anos, filho e neto de armênios] e do Ethan [15, filho de pais separados e que vive com o pai] e todos os perrengues que os dois rapazes passaram para ficarem juntos - você se apaixona por eles desde o início e vai torcendo para que dê tudo certo até o final. Acompanhamos também o choque de culturas e realidades de ambos, as estranhezas e as certezas deste casalzinho que é uma fofura só!;
    - Carry On, de Rainbow Rowell [editora Novo Século]= Carry On nasceu de uma fanfic criada pela personagem principal de outro livro da Rainbow, o fangirl [a personagem era escritora de fanfics yaoi/boys love de Harry & Draco]. A partir da aceitação ímpar dos fãs de seus livros pela história da tal fanfic, a Rainbow decidiu criar a história completa e - depois de fazer 'certos ajustes' para não sofrer um processo - a autora apresentou uma história baseada no enredo original de Harry Potter [impossível não notar as referências] e sério... SE Harry tivesse sido 1/3 do que o Simon é, eu teria gostado dele! Mas como o Simon é muuito melhor, bem como o personagem do Baz, que ficou infinitamente melhor que o personagem em que foi baseado da série de HP [que na tal fanfic seria o insuportável Draco] a história te prende em meio aos mistérios, suspenses, decisões, batalhas contra dragões... e muitos e muitos beijos e amassos entre Simon & Baz, lógico;
    - Eleanor & Park, também da Rainbow Rowell [editora Novo Século]= amo a história dos dois e me aflige horrivelmente a situação que Eleanor passa dentro da própria casa [trabalho com a temática, então o tema sempre é mais contundente, para mim] e sou fã de carteirinha do Park, que é um fofo! Eu gostaria de saber sua opinião sobre o fim desta história ^~;
    - Menino de Ouro, de Abigail Tarttelin [Globo editora] = conta a história de um rapaz de 15 anos que é a promessa da família: um gênio nos estudos e nos esportes, mas cuja vida 180º graus ao descobrir, acidentalmente, uma mentira que seus pais lhe contam desde que ele nasceu. O livro é impactante, angustiante, divino e maravilhoso. Foi o primeiro livro sobre criança hermafrodita que eu li, apesar de já conhecer bem o termo por causa de minha profissão. Li um mangá bem antigo que também tratava do assunto, então quando peguei o livro, me deliciei com ele. Mais uma história que TODOS deveriam ler;
    - George, de Alex Gino [editora Record] = traz uma menina que sabe que é um menino. Uma história com criança trans que TODOS deveriam ler!;
    - Minha Metade Silenciosa, de Andrew Smith [editora Gutenberg] = o livro que TODOS DEVERIAM MESMO ler. Bosten [16 anos] e seu irmão, Palito [14], vivem uma história sobre dor, sofrimento, desespero, falta de compreensão, de carinho, de amor - mas ela também mostra que, se existem os monstros... existem aqueles capazes de combatê-los. Serve de AVISO para crimes cometidos por pais contra filhos e de amor e amizade entre irmãos que nossa, faz você ter vontade de pegá-los no colo!;
    - Todos, nenhum. Simplesmene Humano, de Jeff Garvin [editora Plataforma21]= ahhhhhhh... Você precisa conhecer Riley!! Precisaaaaaaaaa *______*

    Vou terminar por aqui, o comentário está ficando quilométrico O_O

    Me desculpe! É que eu me empolgo ^^*

    E PANDINHAS DE CHOCOLATE para ti, Ana!

    Continue sempre firme e forte com o Mademoiselle Loves Books!!!

    Illy
    ^__^

    illyana.himura@gmail.com

    ResponderExcluir

Sinta-se a vontade para expressar a sua opinião, para divulgar o seu site/blog ou para elogiar ou criticar o blog! Lembrando que comentários com conteúdos agressivos, ofensivos ou inadequados serão excluídos.

(Você também pode entrar em contato comigo por e-mail, formulário ou pelas redes sociais. Saiba mais na página "Contato".)