22.12.16

7 livros para ler na praia


O verão finalmente chegou e, apesar do calor não ser exclusividade dessa época do ano no nosso país, pelo menos o verão acaba sendo sinônimo de férias para a maioria das pessoas! E, aproveitando o clima mais quente, muita gente acaba indo curtir o seu descanso na beira da praia - afinal, quem não gosta de se refrescar com uma água de coco, com os pés enfiados na areia, um ventinho gostoso no rosto, e ainda o som das ondas ao fundo? 

Mesmo não sendo a maior fã de areia e mar, eu gosto de ir a praia, especialmente para ficar debaixo da sombra, com a minha água de coco e claro, um livro! E tenho certeza que eu não sou a única que gosta de ler ao som das ondas! Por isso, resolvi fazer uma listinha rápida, mas bem legal, com 7 livros que são a cara da praia! Confiram:

mentirosos-e-lockhart-livro-capa-editora-seguinte-ya-para-ler-na-praia-mademoisellelovesbooks

“A vida parecia bela nesse dia. Nós quatro, os Mentirosos, sempre fomos. Sempre seremos. Essa ilha é nossa. Aqui, de certo modo, somos jovens para sempre.” - Leia a resenha completa e veja fotos do livro aqui

E para começar a nossa listinha, um livro que eu li quando estava na praia, por isso posso garantir que é uma obra perfeita para ser lida na beira do mar. Mentirosos, da E. Lockhart foi um dos melhores livros que li em 2016. Esse young adult é emocionante e muito fofo, mas também bastante impactante, com uma história intrigante e bastante surpreendente. Mas, além disso, o livro todo se passa em uma ilha, com os personagens se divertindo na praia e no mar - e ler sobre eles enquanto você mesmo está na praia torna a experiência ainda mais incrível!

Sinopse do livro: Os Sinclair são uma família rica e renomada, que se recusa a admitir que está em decadência e se agarra a todo custo às tradições. Assim, todo ano o patriarca, suas três filhas e seus respectivos filhos passam as férias de verão em sua ilha particular. Cadence - neta primogênita e principal herdeira -, seus primos Johnny e Mirren e o amigo Gat são inseparáveis desde pequenos, e juntos formam um grupo chamado Mentirosos. Durante o verão de seus quinze anos, as férias idílicas de Cadence são interrompidas quando a garota sofre um estranho acidente. Ela passa os próximos dois anos em um período conturbado, com amnésia, depressão, fortes dores de cabeça e muitos analgésicos. Toda a família a trata com extremo cuidado e se recusa a dar mais detalhes sobre o ocorrido… até que Cadence finalmente volta à ilha para juntar as lembranças do que realmente aconteceu.


Foto maravilhosa do blog Pausa para um Café

"A maré da manhã serve de companhia quando não queremos ficar perto das pessoas. Acalma e conforta sem pedir nada." - Leia a resenha completa do livro

E tem coisa que combina mais com praia do que um romance sobrenatural sobre sereias? Com uma mitologia única e encantadora, Poseidon, da Anna Banks, traz a história dos syrena, um povo do mar dividido por ressentimentos e intrigas. Enquanto acompanhamos a busca de um jovem príncipe por uma garota que reuniria seu povo novamente, também nos encantamos com o modo de vida e de pensar das sereias. Poseidon, que é o primeiro livro da trilogia O Legado de Syrena, traz uma leitura leve e divertida, perfeita para ser feita na beira da praia - além de estarmos em um cenário bem comum a história, será divertido estar sentindo o cheiro e ouvindo o barulho do mar enquanto devora uma história mágica e romântica de seres mágicos do oceano!

Sinopse do livro: Além da beleza fora do comum, com seu cabelo quase branco e seus olhos cor de violeta, Emma chama a atenção por ser um pouco desajeitada. Ela não se sente muito à vontade em lugar nenhum... e não sabe que sua misteriosa origem é a fonte dessa sensação. Galen, príncipe dos Syrenas, vasculha a terra procurando uma garota especial, capaz de se comunicar com os peixes — e que poderá salvar seu reino. Quando ele se encontra com Emma, a conexão é imediata: embora não saiba, Emma parece ter o dom que Galen procura. Mas, então, por que ela não conseguiu salvar sua melhor amiga do ataque do tubarão? Cabe ao príncipe convencer a teimosa Emma a enfrentar sua real natureza e aceitar o desafi o. E nada pode impedi-lo de alcançar seu objetivo.


E que tal aproveitar a praia para curtir um livro nacional? A Aposta, da Vanessa Bosso, é um chick-lit delicioso, que traz o romance divertido de um casal de adolescentes durante uma viagem de formatura para uma ilha paradisíaca. Em meio a areia e o mar eles vivem um jogo de sedução hilário, mas apaixonante. Apesar de se mais voltado para o público jovem, A Aposta agrada todas as faixas etárias com seus personagens recheados de personalidade e bom humor, e história fofa e cheia de surpresas. Se você quer dar risadas e suspiros enquanto curte um sol a beira-mar, A Aposta tem que estar na sua bolsa de praia!

Sinopse do livro: A primeira experiência amorosa de Nina não foi nada boa. Diante de tamanha decepção, a garota não quer saber de namorados e seu coração virou uma pedra de gelo. No colégio, os garotos lançam uma aposta a Lex, o grande pegador, daqueles que arrancam suspiros até mesmo de objetos inanimados. Será que ele, com todo seu poder de sedução, conseguirá conquistar o coração de Nina? De forma hilária e dinâmica, a autora levará os leitores a uma viagem inesquecível, na qual a amizade e o amor reinarão em absoluto... Até que uma vingança surja em cena para estragar tudo. Quem sairá vencedor? Façam suas apostas. O jogo está prestes a começar.

Foto linda do blog Resenhando de Pijamas

"Foi nesse momento que seus olhos se ergueram e pararam nos meus. Eram azuis. Lindos. (...) Nunca mais voltei a vê-lo. (...) Mesmo sem saber quem ele era, vivi os dez anos seguintes com aquela imagem da praia grudada em minha memória. Aquilo me marcou. Muito. Nem eu sei explicar porquê." - Leia a resenha completa do livro

E mais uma obra nacional onde o mar tem seu papel, já que inclusive está no título! E também com essa capa linda que representa uma praia, como resistir ler Azul da Cor do Mar, da Marina Carvalho, com os pezinhos enfiados na areia, sentindo o cheiro do oceano? Esse chick-lit proporciona uma leitura deliciosa e muito divertida. Além do romance fofo entre a atrapalhada Rafa e seu jornalista de olhos azuis, a obra ainda nos encanta ao mostrar os bastidores do mundo do jornalismo. E não se engane, a praia e o mar tem bastante papel nessa história, o que torna tudo ainda mais gostoso! Azul da Cor do Mar é um romance gostoso e leve, o livro perfeito para levar na sua bolsa se praia!

Sinopse do livro: Acaso, destino ou loucura? No caso de Rafaela, pode ser tudo isso junto. Para alguém como ela, nada é impossível. Rafa sonha desde a adolescência com o garoto que viu uma vez, perto do mar, carregando uma mochila xadrez... A ideia fixa não a impediu, porém, de ser uma menina alegre e muito decidida. Ela quer ser jornalista, e seu sonho está se concretizando: Rafaela Vilas Boas (um nome tão imponente para alguém tão desajeitado) conseguiu um estágio no melhor jornal de Minas Gerais. Mas, como estamos falando de Rafa, alguma coisa tinha que dar errado. O jornal é mesmo incrível, mas seu colega de trabalho, Bernardo, não é a pessoa mais simpática do Mundo. Em meio a reportagens arriscadas – e alguns tropeços -, Bernardo acaba percebendo, contra a sua vontade, que Rafaela leva jeito para a coisa... E que eles formam uma dupla de tirar o fôlego. Mas e a mochila? E o garoto, o envelope, as cartas? Um dia a estabanada Rafaela vai ter que se libertar dessa obsessão.

Leia a resenha completa de Azul da Cor do Mar e de mais livros da autora:


Apesar de só no início de Uma Semana Para Se Perder trazer cenas (por sinal, hilárias) que se passam a beira-mar, esse romance de época é uma leitura perfeita para se fazer na praia. Esse segundo volume é o mais gostoso da série Spindle Cove, de Tessa Dare. Com muitos acontecimentos divertidos, inusitados e emocionante, essa é uma leitura ágil e viciante. Uma Semana Para Se Perder consegue provocar tanto risadas quanto suspiros, ou seja, é uma história de amor igualmente divertida e apaixonante! Eu garanto que esse livro fofo e gostoso fará seu dia na praia inesquecível!

Sinopse do livro: O que pode acontecer quando um canalha decide acompanhar uma mulher inteligente em uma viagem? A bela e inteligente geóloga Minerva Highwood, uma das solteiras convictas de Spindle Cove, precisa ir à Escócia para apresentar uma grande descoberta em um importante simpósio. Mas para que isso aconteça, ela precisará encontrar alguém que a leve. Colin Sandhurst Payne, o Lorde Payne, um libertino de primeira, quer estar em qualquer lugar menos em Spindle Cove. Minerva decide, então, que ele é a pessoa ideal para embarcar com ela em sua aventura. Mas como uma mulher solteira poderia viajar acompanhada por um homem sem reputação? Esses parceiros improváveis têm uma semana para convencer suas famílias de que estão apaixonados, forjar uma fuga, correr de bandidos armados, sobreviver aos seus piores pesadelos e viajar 400 milhas sem se matar. Tudo isso dividindo uma pequena carruagem de dia e compartilhando uma cama menor ainda à noite. Mas durante essa conturbada convivência, Colin revela um caráter muito mais profundo que seu exterior jovial, e Minerva prova que a concha em que vive esconde uma bela e brilhante alma. Talvez uma semana seja tempo suficiente para encontrarem um mundo de problemas. Ou, quem sabe, um amor eterno.

Leia a resenha dos livros da série Spindle Cove:

Foto maravilhosa do blog Uma Janela Secreta

Aqui vale a indicação não só de Abandono, mas para toda a trilogia de mesmo nome da Meg Cabot. Apesar do principal cenário da obra ser o submundo da mitologia grega, a história, especialmente nesse primeiro livro, traz vários momentos que se passam na praia, já que a protagonista mora em uma pequena ilha. Mas, além disso, Abandono é perfeito para ser lido na beira do mar porque é uma obra intrigante, que mexe com a nossa imaginação, dialoga com o mito grego de Perséfone e Hades, ao mesmo tempo em que proporciona um romance fofo e divertido!

Sinopse do livro: Pierce tem dezessete anos de idade e sabe o que acontece quando morremos. É assim que ela conheceu John Hayden, o misterioso estranho que fez ela voltar a vida normal — ao menos a vida que Pierce conhecia antes do acidente — quase inacreditável. Embora ela pense que escapou dele — começando em uma nova escola em um novo lugar — confirma-se que ela estava errada. Ele a encontra. O que John quer dela? Pierce acha que sabe… também acha que ele não é um anjo da guarda, e seu mundo sombrio não é exatamente o céu. Mas ela não consegue ficar longe dele, especialmente porque ele está sempre lá quando ela menos espera, exatamente quando ela mais precisa. Mas se ela deixa cair qualquer coisa, ela pode se ver no lugar que ela mais teme. E quando Pierce descobre uma verdade chocante, sabe de onde John a salvou: o submundo.



E para finalizar, um clássico nacional, cuja ligação íntima com a praia está explicita até no título. Para quem quer curtir o sol e a beira do mar com uma leitura mais séria, preciso recomendar Capitães da Areia, de ninguém menos que Jorge Amado. A obra mostra uma realidade menos romântica do cenário litorâneo ao trazer a história de um grupo de jovens abandonados que vivem em escombros das praias de Salvador da década de 30. É uma leitura difícil de engolir, mas cativante e emocionante e, o melhor, é um livro que também nos faz refletir sobre abandono, o preconceito, a miséria e a crueldade. Capitães da Areia definitivamente fará o seu dia na praia muito mais rico!

Sinopse do livro: Desde o seu lançamento, em 1937, Capitães da Areia causou escândalo: inúmeros exemplares do livro foram queimados em praça pública, por determinação do Estado Novo. Ao longo de sete décadas a narrativa não perdeu viço nem atualidade, pelo contrário: a vida urbana dos meninos pobres e infratores ganhou contornos trágicos e urgentes. Várias gerações de brasileiros sofreram o impacto e a sedução desses meninos que moram num trapiche abandonado no areal do cais de Salvador, vivendo à margem das convenções sociais. Verdadeiro romance de formação, o livro nos torna íntimos de suas pequenas criaturas, cada uma delas com suas carências e suas ambições: do líder Pedro Bala ao religioso Pirulito, do ressentido e cruel Sem-Pernas ao aprendiz de cafetão Gato, do sensato Professor ao rústico sertanejo Volta Seca. Com a força envolvente da sua prosa, Jorge Amado nos aproxima desses garotos e nos contagia com seu intenso desejo de liberdade.



Então, o que acharam dos 7 livros para ler na praia que recomendei? Já leram ou ficaram com vontade de ler algum? E quais obras vocês acham que devem ser devoradas na beira do mar? Não deixem de comentar?

Comente com o Facebook:

1 comentários:

  1. Amei o post, tu conseguiu unir muito bem o tema "verão", com os livros e o post ficou muito interessante. Dos livros citados aqui e eu já li " A Aposta" e super recomendo, é maravilhoso mesmo.
    Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Sinta-se a vontade para expressar a sua opinião, para divulgar o seu site/blog ou para elogiar ou criticar o blog! Lembrando que comentários com conteúdos agressivos, ofensivos ou inadequados serão excluídos.

(Você também pode entrar em contato comigo por e-mail, formulário ou pelas redes sociais. Saiba mais na página "Contato".)