8.7.16

Resenha: Procura-se Um Marido - Carina Rissi


A HISTÓRIA

Alicia Moraes de Bragança e Lima sempre viveu de forma abastada. Apesar de ter perdido os pais logo na infância, ela cresceu feliz, cercada de cuidados e mimos do avô Narciso. De uma criança sapeca, ela se tornou uma jovem rebelde e inconsequente. Sempre muito sarcástica, do tipo que não leva desaforo para casa, Alicia já se meteu em todos os tipos de confusão, no Brasil e até mesmo em outros lugares do mundo. Apesar de amar o avô e fazer de tudo para vê-lo feliz, Alicia não consegue cumprir a coisa que mais deixaria seu Narciso contente: tomar responsabilidades.

Mas a vida de luxo e farra muda completamente quando seu Narciso morre repentinamente. Além de perder a pessoa que mais amava no mundo e que cuidava dela, Alicia perde toda a sua fortuna. O avô Narciso era rico como um rei, mas determina, em seu testamento, que Alicia só poderá assumir seu lugar de direito como dona e herdeira das empresas dele quando se casar. Para completar, a mulher ainda fica à merce de Clóvis, o advogado bajulador e ambicioso do avô, que passa a controlar todas as riquezas da família.

Entretanto, apesar de privá-la do dinheiro, o testamento do avô dá direito a Alicia a um emprego em uma das empresas da família. Mas, para dar uma lição na neta, seu Narciso estabeleceu que ela deveria começar debaixo. Alicia, que nunca trabalhou um dia na vida, fica ainda mais destruída quando descobre que terá que começar como a assistente de secretária, uma posição, na sua visão, humilhante. Com raiva do avô e do novo emprego, Alicia acaba conquistando o desafeto dos colegas de trabalho, em especial do belo e inteligente Max.

Cansada da vida de trabalho e sem dinheiro, Alicia acaba bolando um plano para recuperar sua fortuna. Ela coloca um anúncio no jornal e começa a procurar um “marido de aluguel”. Contudo, para a surpresa da mulher, entre os homens esquisitos e interesseiros que se candidatam está Max. Apesar do estranhamento inicial, dos dois acabam entrando em acordo, afinal, Alicia quer ser herança de volta e Max acredita que ter uma esposa o ajudará a ganhar uma promoção. Eles se casam rapidamente e começam a fingir que estão apaixonados. Sempre que Alicia e Max estão juntos, faíscas voam para todos os lados, contudo, logo as discussões e disputas dão lugar a uma amizade carinhosa e mais. Será que de tanto fingir que são feitos um para o outro e de brincar de marido e mulher, eles acabarão se apaixonando de verdade? 


EXPECTATIVAS PARA A OBRA E A LEITURA

Eu estava ansiosa para a leitura de Procura-se Um Marido. Após amar ler e amar o spin-off da obra, Mentira Perfeita (que conta a história do irmão de Max), eu fiquei bastante curiosa por esse livro. Contudo, Procura-se Um Marido não foi tão bom quanto eu esperava. A leitura começou rápida e bastante divertida. Apesar de ter odiado o jeito mimado e cabeça quente da Alicia, logo fui cativada pela narrativa bem-humorada da autora. Contudo, a escrita de Rissi não foi o suficiente e, lá para o meio do livro, a trama se tornou arrastada e previsível.

- Leia a resenha de Mentira Perfeita

Como em No Mundo da Luna, outra obra da autora que li recentemente, Rissi se estendeu demais e acabou trazendo 476 páginas de história que poderiam ter sido muito bem desenvolvidas em apenas 250/300. Há muitos acontecimentos dispensáveis, que poderiam ser descartados sem alterar nada da história. Também senti que, em vários momentos, a autora enrolou para fazer algumas revelações e reviravoltas, tanto que o leitor acaba percebendo o que vai acontecer e não se surpreende quando realmente acontece. O desfecho, quando o vilão da história é desmascarado, é recheado de acontecimentos que soaram forçados e que não me agradaram. Da metade para o final, tive que praticamente me obrigar a continuar a ler. Apesar de, no final, não ter demorado tanto para concluir a leitura, terminei a obra decepcionada e insatisfeita.


O CASAL PRINCIPAL E OS PERSONAGENS

Curiosamente, apesar de a trama ser longa, o desenvolvimento do casal protagonista é muito acelerado. Alicia e Max mal tinham trocado dois beijos e estavam convencidos de que se amavam profundamente. O envolvimento do casal não me convenceu, tudo foi muito previsível e senti que os personagens não combinavam. O nosso mocinho, Max, me soou super sem graça. Ele é o clássico cara perfeitinho, todo organizado, querido por todos e cheio de boas intenções. Em vez de soar fofo, ele soou sem personalidade.

Contudo, quem mais me desagradou foi a Alicia. Como comentei, desde o início do livro ela se comporta como uma menina mimada e inconsequente – o que é até compreensível, devido a sua vida de riquezas e luxo. Contudo, o livro se desenrola e a Alicia não muda. Ela continua se achando melhor e mais inteligente que todo mundo, agindo sem pensar e fazendo besteira. A Alicia se comporta como se o mundo girasse ao redor dela e, depois que se apaixona pelo Max, como se girasse ao redor dos dois. E, como comentei, os sentimentos deles não me convenceram. A Alicia e o Max são muito diferentes e nada do que acontece no livro conseguiu me fazer sentir que a paixão deles era verdadeira. Simplesmente não me desceu.

E, infelizmente, os personagens secundários também não me conquistaram. A maioria não tem personalidade marcante e me irritou por aceitar, e até mesmo justificar, o comportamento ridículo da Alicia (e nisso o Max está incluído). Até mesmo o Marcus, irmão de Max, que amei em Mentira Perfeita, me soou sem graça nesse livro. A autora dá um espaço imenso para o relacionamento da melhor amiga da Alicia, outro casal que não me cativou e que não acrescenta nada a história. Os vilões também não convencem. Logo de cara dá para saber quem eles são e as motivações deles em prejudicar a Alicia e o Max também não me satisfizeram. 


A EDIÇÃO

Felizmente, quanto a edição, não tenho reclamações. A diagramação é simples, mas boa, e o texto não possui nenhum erro. Eu adoro essa capa. Apesar de a modelo não parecer em nada com a Alicia que imaginei, a capa é bonita e combina com a história.

CONCLUSÕES FINAIS

Ir com muita sede ao pote, ou ler um livro com muitas expectativas, sempre dá errado. Eu esperava mil maravilhas de Procura-se Um Marido, mas acabei me decepcionando profundamente. Apesar da narrativa sempre hilária da autora, a trama foi mal desenvolvida e arrastada e os personagens não me conquistaram em nada. Fiquei triste por não ter gostado do livro, mas continuo curtindo a autora e ainda quero ler mais obras dela. Apesar de Procura-se um Marido ter sido uma leitura ruim para mim, acredito que muita gente, ainda mais fãs da autora, vão gostar da obra. Por isso digo sempre: leiam e tirem suas próprias conclusões.

Título: Procura-se Um Marido
Autora: Carina Rissi
Editora: Verus
ISBN: 9788576861980
Ano: 2012
Páginas: 476
Compre:
Amazon - Submarino - Americanas

Leia também as resenhas de outros livros da autora:

Comente com o Facebook:

19 comentários:

  1. Caramba, é uma pena que não tenha gostado do livro, eu amei! Gosto muito dos livros da Carina, mas acho que ela realmente se estende demais, isso poderia mudar. É muita coisa que ela coloca em um livro só, acontecimentos banais que não precisam de enfoque. Enfim, ao menos você gostou de Mentira Perfeita, eu amei!!
    Bjs
    Leitora Encantada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No geral, eu gosto dos livros da autora, mas Procura-se Um Marido não conseguiu me agradar... Mas que bom que você gostou e bom saber que não sou a única que acha aque ela se estende demais rs

      Excluir
  2. Oi Ana Luiza.
    Que pena que o livro não te cativou quase nada. Eu adorei o livro, porém li bem antes do lançamento de Mentira Perfeita e acho que isso acabou gerando nossas opiniões divergentes sobre ele. Minha irmã leu o spin-off e disse também que é mil vezes melhor, estou curiosa para iniciar minha leitura.
    Beijos
    www.blogleituravirtual.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, a diferença é perceptível! Mas se você gostou desse, vai amar então Mentira Perfeita! Ele é uma delícia!

      Excluir
  3. Oi Ana,

    Eu tive uma experiencia ruim assim com outro livro da autora, foi com o livro Perdida, não sei se leria esse, até tenho em casa, mas perdi a vontade depois de ler Perdida e não me conectar com os personagens..
    Adorei sua resenha sincera!

    Beijos Mila
    Daily of Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu até gostei de Perdida, mas achei que faltava mais, sabe? Tanto que nem fiquei curiosa para ler os outros! Mas leia sim Procura-se Um Marido, quem sabe você não acabe curtindo?

      Excluir
  4. Li o Mentira Perfeita e me apaixonei totalmente com a narrativa da autora. Não estava muito animada para Procura-se um Marido, no entanto, por já saber de muitas coisas que iriam rolar. É uma pena que você não tenha curtido, se um dia eu der uma oportunidade para a leitura vai ser com o pé atrás.
    Gislaine | Paraíso da Leitura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mentira Perfeita é incrível mesmo! Uma pena que Procura-se um Marido não te chamou muita atenção...

      Excluir
  5. Estou passando para agradecer o apoio que recebi e pedir desculpas por sumir tanto tempo. Estou tentando voltar aos poucos.
    Um beijo enorme! Sucesso!

    www.chadefirulas.com.br

    ResponderExcluir
  6. Esse é um gênero do qual eu não leio. Minha prima disse que o livro também gerou expectativas nela, mas que ela não gostou. Uma pena.

    Beijos,
    Pri
    http://www.vintage.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, uma pena que o livro nem o gênero te chama atenção! Mas experimente qualquer um dos dois um dia, quem sabe você não acaba gostando?

      Excluir
  7. Parece uma trama antiga ambientada nos tempos reais! Pena que você não gostou =( Na real não curto muito esse gênero também, pelo menos não se não for histórico, rs

    Beijos, Vickawaii
    http://finding-neverland.zip.net

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, essa coisa de fingir casamento lembra muitos livros históricos (que, por sinal, são obras incríveis rs).

      Excluir
  8. Oi, Ana!!

    Eu até gostei de Procura-se um Marido, mas meu favorito da Carina será sempre No Mundo de Luna!! <3
    Me identifiquei total com a Luna e achei que foi o melhor romance da autora até agora.
    Mas não posso comentar 100% sobre todos os livros dela porque ainda não li Mentira Perfeita - e me disseram que é uma história muito bonita também.

    Mas eu achei engraçado o Procura-se um Marido. Meio que sem noção, mas acho que a maior parte das chick-lits são assim, né? Hahahaha

    Espero que possa aproveitar melhor os outros livros da autora!! :)

    Bjs

    http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No Mundo da Luna é meu segundo favorito, Mentira Perfeita ganha o ouro kkk Leia Mentira Perfeita depois!

      Excluir
  9. Éguaaa! (expressão joinvillense para espanto/surpresa...)
    GEnte que pena que não gostou da leitura, fiquei surpresa, pois é um dos meus favoritos da autora.
    Sim, concordo que os livros da Carina são demasiado longos, temos acontecimentos dispensáveis e os livros poderiam ser condensados, tornando a leitura mais rápida e ágil (o que para mim nunca foi problema, sempre devoro os livros dela...), mas ainda assim o saldo final para mim sempre foi super positivo.
    É por isso que cada um tem um gosto diferente e deve ser respeitado, uma pena você não ter curtido, mas entendo seus pontos e espero que tenha mais sorte com uma próxima leitura da autora.

    Beijos,
    May - mayeosvicios.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, cada um tem um gosto diferente e temos que respeitar! Contudo, apesar de Procura-se Um Marido não ter sido tudo o que eu esperava, eu adoro a autora! rs

      Excluir
  10. Esse blog é muito interessante,principalmente por trazer tantos livros diversificados. Parabéns!

    ResponderExcluir

Sinta-se a vontade para expressar a sua opinião, para divulgar o seu site/blog ou para elogiar ou criticar o blog! Lembrando que comentários com conteúdos agressivos, ofensivos ou inadequados serão excluídos.

(Você também pode entrar em contato comigo por e-mail, formulário ou pelas redes sociais. Saiba mais na página "Contato".)