19.7.16

Resenha: Perdida - Carina Rissi


A HISTÓRIA

Sofia é uma jovem independente, antenada em todas as tecnologias mais modernas. Seu tempo é dividido entre o trabalho, a melhor amiga e seus romances favoritos. Apesar de ser completamente fã das histórias de Jane Austen, Sofia não quer saber de romance e muito menos de casamento. Um dia, seu celular cai na privada e a garota fica desesperada por um novo. Assim, ela entra na primeira loja a sua frente e, apesar de a vendedora ser meio esquisita, ela sai de lá com um novo aparelho em mãos.

De acordo com a vendedora misteriosa, o celular novo de Sofia traz as tecnologias mais modernas. Mas, quando ela liga o bendito, uma luz intensa a cega por um momento e de repente, Sofia se vê em um lugar completamente estranho. A cidade grande onde ela mora desapareceu completamente, dando lugar a uma paisagem rural bucólica, bem parecida com as dos romances de Austen. Enquanto Sofia tenta entender onde está, surge um jovem a cavalo, vestido com roupas antigas e falando de modo estranho.

Ian Clarke fica bastante chocado com as roupas de Sofia e seu modo de falar, mas, acreditando que a jovem sofrera algum acidente, ele resolve ajudá-la. Sofia desconfia, a princípio, do belo rapaz que lhe oferece ajuda, mas acaba aceitando e indo para a casa dele, uma senhora mansão. Quando percebe que todos se vestem e se comportam como Ian, Sofia começa a entender que algo inacreditável aconteceu com ela e que tem relação com o tal celular novo. Uma ligação da vendedora estranha esclarece tudo: Sofia viajou para o passado e precisa descobrir, por si só, como sobreviver no século dezenove e como retornar para seu tempo de origem. 

Além da falta de confortos modernos, como banheiros com água encanada e carros, Sofia sofre para se adaptar a uma época onde as mulheres devem ser tudo o que ela não é. A família e amigos de Ian são muito pacientes com ela, assim como o próprio rapaz, que fica cada vez mais impressionado pela garota. Sofia vai, aos poucos, entendo os costumes da época e se ajustando a eles, contudo, não deixa de procurar um jeito de voltar para sua própria época. Quanto mais tempo passa no século dezenove, mais Sofia fica próxima de Ian. Seria o romance perfeito, se a garota não temesse entregar seu coração ao mesmo tempo em que teme partir o de Ian. Será que haverá um final feliz para os dois?


A SÉRIE

Perdida foi lançado pela primeira vez em 2011. A obra fez tanto sucesso que ganhou várias edições, continuações e até mesmo foi lançada no exterior. A saga Perdida, até o momento, conta com mais dois livros: Encontrada e Destinado. E, ao que tudo indica, mais um volume está previsto para o final desse ano! Também correm boatos de que o livro será adaptado para o cinema.

A LEITURA E A REFLEXÃO DO LIVRO

Eu sempre tive curiosidade com a série Perdida e fiquei ainda mais animada para lê-la depois que devorei outras obras da autora. Comecei o livro com boas expectativas e, como sempre, a escrita da autora imediatamente me conquistou. Perdida é narrado em primeira pessoa pela Sofia, em uma linguagem leve e muito divertida. A obra se desenvolve rapidamente e, nesse ponto, deixou um pouco a desejar, já que senti que muitos acontecimentos ficaram sem explicações e motivações satisfatórias ou aconteceram de forma acelerada demais. O desfecho é quase que corrido e a explicação do porque e como a Sofia viajou no tempo não conseguiu me convencer.

Apesar de a trama ser recheada de clichês e ter se desenrolado de forma acelerada, a história é muito cativante e gostosa de ler. Algo pelo qual a Rissi merece elogios é por nos fazer refletir, durante a leitura de Perdida, sobre como a tecnologia avançou absurdamente nos últimos cem, duzentos anos e como ficamos (mal) acostumados a ela. Nesse ponto, a autora descreve bem os costumes da época e consegue nos fazer sentir na pele da protagonista e admirar, ao mesmo tempo em que estranhar, o melhor e o pior da cultura do século dezenove. 


OS PERSONAGENS

Como sempre, Rissi nos presenteia com personagens incríveis, mesmo que, a princípio, clichês. De personalidade forte e cativante, os protagonistas são apaixonantes logo de cara, assim como a maioria dos personagens secundários também. Sofia é extremamente divertida e fofa, o tipo de garota independente e decidida que todo mundo queria como melhor amiga. Eu adorei a personagem e me identifiquei bastante com ela, mas senti que a autora poderia ter desenvolvido melhor sua história pessoal. Rissi não explica bem, por exemplo, como foi a perda dos pais da garota e porque a Sofia têm tanto medo de relacionamentos amorosos. 

O Ian é tão previsível quanto a Sofia, mas igualmente cativante e apaixonante. Ele é quase um príncipe do cavalo-branco, um jovem fofo e prestativo, dedicado a família e os amigos. Como casal, Sofia e Ian são uns amores, eles relutam a se envolver no início, claro, mas quando resolvem assumir seus sentimentos, fazem de tudo para ficarem juntos. O envolvimento do casal, como tudo no livro, no geral, foi bastante rápido, mas até que conseguiu me convencer, afinal, é comum em romances de época que os personagens se apaixonem em poucos dias. Dos personagens secundários, senti falta de mais aparições da melhor amiga de Sofia, Nina, e amei a participação de Elisa, a irmã gentil de Ian. Mas algo que não posso reclamar é que, mesmo sendo clichês, no início, a maioria dos personagens, especialmente a Sofia e o Ian, amadurece durante a história.

A EDIÇÃO

Não tenho reclamações quanto a edição. A diagramação é simples, mas boa e não encontrei erros no texto. A capa é uma gracinha e combina perfeitamente com a trama, afinal, o par de all star da Sofia a acompanha durante toda a história e foi bem divertido imaginá-la como na capa, de tênis e vestidos longos do século dezenove.


CONCLUSÕES FINAIS

Uma leitura rápida e divertida, Perdida é uma boa mistura de chick-lit e romance de época. Apesar dos personagens e tramas previsíveis, o livro proporciona um romance fofo e muito gostoso de ler. Perdida não foi tão incrível quanto eu esperava e, apesar de ter gostado, não fiquei com vontade de ler a continuação. O final foi acelerado, mas satisfatório, e não deixou pontas soltas ou mesmo “espaços”, na minha opinião, que façam valer a pena encarar o resto da série (já que estou fugindo de sagas longas ultimamente). Apesar de o livro não ter sido muito marcante para mim, ele está recomendo para quem já gosta das obras da autora e para quem busca uma história de amor leve e sem grandes complexidade. 

QUOTE FAVORITO

Eu não entedia o que levava uma pessoa lúcida a se casar. Se bem que a maioria não parecia gozar de plena sanidade quando estava apaixonada.” Pág. 19

Título: Perdida
Série: Perdida
Volume: 1
Autora: Carina Rissi
Editora: Verus
ISBN: 9788576862444
Ano: 2015
Páginas: 364
Compre: Amazon - Submarino - Americanas

Leia também as resenhas de outros livros da autora:

Comente com o Facebook:

25 comentários:

  1. Oi. Eu li Perdida e acredito que os outros volumes foram desnecessários, mas falando do primeiro livro, eu gostei muito mas também achei erros como a rapidez dos fatos. Confesso que quando estava lendo não estava gostando tanto assim da leitura, e este fora meu primeiro contato com a autora. O Ian me encantou de tão fofo, ele é lindo, engraçado e uma gracinha!
    Beijo.
    http://leitoraencantada.blogspot.com.br/2016/07/resenha-o-acordo-de-elle-kennedy.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu adoro a autora e o Ian é muito amor mesmo, mas eu esperava mais do livro, por isso não curti tanto... mas bom saber que não fui a única rs

      Excluir
  2. Oi Ana,

    Eu não gostei muito deste livro, foi o primeiro que peguei da autora, acho que temos opiniões bem parecidas, e também não leria a continuação.
    Parabéns pela resenha!

    Beijos Mila
    Daily of Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom saber que não fui a única kkk Eu até que gostei, mas esperava bem mais

      Excluir
  3. Olá, Ana.
    Uma obra interessante, principalmente por conseguir mostrar essa evolução tecnológica durante os últimos anos e como a sociedade mudou por causa dela. Apesar disso, acredito que não leia. Essas obras com muitos clichês e excesso de descomplicação me desanimam.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de julho. Serão quatro livros e dois vencedores!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, nesse ponto, o livro mostra bem como muita coisa mudou desde o século 19 e para melhor! rs Uma pena que o livro não te atrai, mas é a vida haha

      Excluir
  4. Ameeeei sua resenha amiga, já faz tempo que tenho vontade de ler esse livro. Esse enredo despertou o meu interesse, é o tipo de história que eu gosto muito de ler.
    Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/2016/07/serie-gilmore-girls.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, fico feliz que tenha gostado! Espero que curta o livro!

      Excluir
  5. oi flor, eu amo esse livro! Carina divou e sambou dando um toque diferente a essa viagem no tempo, me vi rindo das loucuras da Sofia e amando cada vez mais o Ian
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, a questão da viagem do tempo foi um detalhe bem inteligente mesmo! haha E fico feliz em saber que o livro funcionou mais para você!

      Excluir
  6. Hey flor!
    Tem vários clichês que já encheram, mas as vezes vale a pena aturar por uma história que nos cativa <3
    Tenho bastante vontade de ler o livro, mas fico meio desanimada por saber que tem continuação... Mas bora lá haha!
    Gostei da resenha :D

    Beijos da Luh,
    http://heartbreaker-girls.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, dependo da história, alguns clichês funcionam, em Perdida nem tanto, para mim haha Espero que goste de Perdida mais do que eu e é só ignorar as continuações se quiser, esse tem um bom final!

      Excluir
  7. Olá, tudo bem? Tenho muita, mas muita vontade de ler esse livro, ele parece ter uma estória simplesmente incrível e criativa. Adorei sua resenha, bem detalhada e explicadinha!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, fico feliz que tenha gostado da resenha! E espero que goste do livro!

      Excluir
  8. Vi esse livro a venda na Saraiva, quase comprei mas nunca tinha lido nenhuma resenha. A sua, por sinal, tá maravilhosa, bem detalhada! Beijinhos,

    https://poetizou.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Ana!
    Eu nunca li nenhum livro da autora, mas faz anos que tenho vontade de ler esse. É o que mais quero ler, parece ser bem fofo. Só desanimo um pouco por ser série, mas como você falou que o livro tem final, talvez eu leia.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, ser uma série desanima, mas esse tem final mesmo e leia depois para ver se gosta!

      Excluir
  10. Saudações Lady Ana Luiza,
    Carina Rissi é uma das minhas autoras nacionais preferidas, e ironicamente a série Perdida é a que eu menos gosto dentre as obras dela.
    E suas fotos! Tem como não ficar apaixonada por elas?


    Venha visitar o Castelo
    Att Ana P. Maia ♛ The Queens Castle

    Digníssimo parceiro, o Castelo está retomando gradativamente as postagens. Algumas fases da vida decididamente impedem alguns progressos: organizar um festival e entregar o projeto de TCC estão inclusos nesses pequenos momentos sufocantes e desesperadores...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, fico feliz que tenha gostado das fotos! Eu também adoro a autora, mas Perdida não foi essa coca cola toda para mim também...

      Excluir
  11. Oi, Ana!!

    Gosto muito da Carina Rissi. Perdida é bem legal mesmo sendo previsível. O segunda, Encontrada, é muito bom também porque ele dá uma surpreendida em alguns fatos muito interessantes!
    O terceiro, Destinado, ainda não tive a chance de ler, mas estou com altas expectativas porque minhas amigas só o elogiam. Hahahaha

    Da autora, meu favorito continua sendo No Mundo de Luna. Acho que foi a história que mais me identifiquei. Embora todas as outras obras da autora sejam divertidas e uma boa pedida para passar algumas horas. :)

    Bjs!!

    http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No Mundo de Luna é meu segundo favorito dela! E que bacana que a série Perdida te agrada, espero que Destinado seja tudo o que você espera!

      Excluir
  12. Ana estou adorando acompanhar suas impressões sobre os livros da Carina Rissi, mas percebo que mesmo gostando você não está sendo conquistada por eles; uma pena. Leia sim as continuações, estarei conferindo suas impressões viu!!??
    Eu li Perdida em 2012 e adorei, fui fisgada por essa viagem no tempo e todos os choques culturais vivido pela protagonista. A cena do "banheiro/alface" ficou inesquecível em minha memória. Confesso que fiquei meio incomodada pelo desespero dela em descobrir como voltar para seu tempo, foi compreensível mas penso que ela poderia ter aproveitado um pouco mais os momentos e as pessoas com quem conviveu. Enfim preciso continuar a série, mesmo tendo os livros ainda não os li =(
    Beijos e parabéns pela leitura e pelo ótimo post/resenha!!!

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, eu desanimei de continuar a série, mas com certeza quero ler mais livros da autora! A cena do banheiro é mesmo hilária! Espero que curta os próximos volumes!

      Excluir
  13. Perdida foi um dos primeiros livros nacionais que li. Adorei. Encontrada também está entre os meus preferidos, já Destinado, parei na metade e não retomei a leitura.
    Blog Praxe Literária

    ResponderExcluir

Sinta-se a vontade para expressar a sua opinião, para divulgar o seu site/blog ou para elogiar ou criticar o blog! Lembrando que comentários com conteúdos agressivos, ofensivos ou inadequados serão excluídos.

(Você também pode entrar em contato comigo por e-mail, formulário ou pelas redes sociais. Saiba mais na página "Contato".)