24.5.16

Resenha: Sedução da Seda - Loretta Chase


A HISTÓRIA

A família Noirot vem de uma linhagem de nobres charmosos, inteligentes, escandalosos e inconsequentes que perderam seu lugar e seu prestígio entre a nobreza europeia por causa do amor aos excessos e a enganação. Desde criança, as irmãs Marcelline, Sophia e Leonie aprenderam que sangue azul e boa educação não são o suficiente para manter a barriga cheia e um teto sobre suas cabeças. Para não sucumbir à pobreza e a doença, as irmãs Noirot se tornaram modistas talentosas e comerciantes ferrenhas e lutam para tornar sua loja a mais bem frequentada e refinada de Londres.
“- O jogo de azar é meu esporte favorito – disse ela. Apostar dinheiro, pessoas, futuros… essa era uma forma de vida para a família de Marcelline.” Pág. 35
Chefe do ateliê e da família, Marcelline, a Noirot mais velha, está disposta a qualquer coisa para proteger suas irmãs e sua filha e para fazer seus negócios prosperarem. E uma oportunidade única surge quando boatos afirmam que o duque de Clevedon finalmente pedirá a mão de lady Clara Fairfax. Um casamento com um duque significa um vestido de noiva, enxoval e guarda-roupa completamente novos e da melhor qualidade, que enriquecerá a modista responsável por tudo. E Marcelline quer ser essa modista, mas não só pelo prestígio e dinheiro, mas também bela oportunidade de finalmente libertar a bela Clara das roupas horríveis que sua mãe a obriga usar. 


Mas para se tornar Clara sua cliente, Marcelline sabe que precisará convencer seu futuro noivo, o arrogante duque de Clevedon, de que ela é a melhor do ramo. Para isso, ela viaja até Paris, onde o duque reside há alguns anos e leva uma vida de seduções, jogos e farra constante. Clevedon fica imediatamente encantando pela bela morena que aparece no teatro um dia e decidido a seduzi-la. Contudo, quando são apresentados, Marcelline logo deixa claro seu objetivo em vestir a futura noiva do duque. Apesar de estar contrariado em ter sido usado por Noirot, uma burguesa, Clevedon não consegue se manter longe da mulher que, durante os dias seguintes, o impressiona com suas roupas fantásticas e capacidade de desafiá-lo.

Marcelline estava ali a negócios, mas descobre que ficou tão atraída pelo duque quanto ele por ela. Trocar faíscas com ele se mostra bastante divertido, mas igualmente perigoso, e a mulher foge de Paris antes que as coisas se compliquem demais. Contudo, Clevedon acaba seguindo-a de volta a Londres, o que, somado às pequenas aventuras que eles viveram em Paris, faz surgir um boato de são amantes. Marcelline teme ter estragado tudo, afinal, ter, supostamente, seduzido Clevedon não fará com que a futura noiva dele a aceite como modista. Enquanto tenta, com as ajudas das irmãs, transformar esse boato em algo que favoreça os seus negócios, Marcelline ainda terá que lidar com Clevedon, que parece cada vez mais relutante em pedir Clara em casamento e cada vez mais perto de fazer Marcelline ceder a sua sedução.


A SÉRIE

Sedução da Seda é o primeiro dos quatro volumes da série As Modistas de Loretta Chase. Apesar de serem interligados, cada livro é independente e conta a história de amor de uma das irmãs Noirot e de lady Clara.
“A MODISTA. Sob essa denominação, devemos incluir não apenas o trabalho da criadora de vestidos e da chapeleira, mas também o da costureira… Bom gosto e imaginação são necessários, além de rapidez, discernimento e aprimoramento de vários estilos de moda, que estão sempre mudando nos mais altos círculos.” Pág. 9

A LEITURA, CRÍTICAS E REFLEXÕES DO LIVRO

Eu estava bastante ansiosa para ler Sedução da Seda. Além de já ter lido e adorado os livros da série Canalhas, também da Chase, eu achei a premissa dessa obra muito interessante. É a primeira vez que leio um romance de época onde a mocinha realmente trabalha, mas não só por necessidade e sim por opção – algo bastante malvisto na época pelos nobres. Inclusive, em meio a seu romance fofo e muito divertido, Loretta também consegue explorar esse lado da época em que se passa a história.

A autora mostra o grande preconceito dos nobres contra os burgueses e o trabalho em si e também fala um pouco, através de Clevedon e suas interações com Marcelline, do vazio e futilidade da vida aristocrata, que se resumia a festas, fofocas e casamentos. E sobre casamentos, Sedução da Seda também explora o lado sombrio do costume na época, afinal Clara e Clevedon eram considerados noivos desde a infância e todos esperavam que eles se casassem, independente dos sentimentos que tinham um pelo outro. 


Eu fiquei muito feliz em ter encontrado em Sedução da Seda, um pouco sobre os costumes e modo de pensar da Inglaterra do século XIX. Também achei interessante como a obra traz a moda, as roupas e acessórios, em seu lado mais nobre: como uma forma de libertação e de expressão, algo que Clara, principalmente, descobre ao longo da história. Também é bacana ver a paixão das irmãs Noirot pela sua profissão e como elas se orgulham de ter encontrado um trabalho que lhes provém independência e riqueza, mas também a oportunidade de construírem um legado e de ajudar os outros. 

E no meio de tudo isso, Chase ainda presenteia o leitor com uma narrativa gostosa, enriquecida com diálogos recheados de ironia. A trama é bastante surpreendente e única, e se desenrola de forma incrível. Além de fofo e divertido, o livro também tem umas pitadas de ação e mistério que são bastante bem-vindas. A leitura de Sedução da Seda é rápida, devorei a obra em um dia e fiquei sedenta por mais.


OS PERSONAGENS

Sedução da Seda tem um bom número de personagens, mas todos bem desenvolvidos e únicos. Apesar de ter achado Marcelline um pouco convencida e manipuladora demais, adorei a protagonista feminina forte e independente. O amor dela pela família é cativante e gostei que a autora não tenha criado uma mocinha tímida virginal perfeita. Marcelline tem os seus defeitos, a arrogância, como comentei, foi um dos mais marcantes, mas também qualidades e consegue equilibrar os dois. A personagem me marcou bastante por ser uma mulher de negócios, que enfrenta as regras sociais e busca aquilo o que quer. A autora também merece elogios por ter bolado uma protagonista que não tem medo dos próprios desejos, do seu corpo e de sexo, algo que apenas outras duas ou três mocinhas, no máximo, apresentam entre das dezenas e mais dezenas de romances de época que já li.

Clevedon é um pouco mais clichê que Marcelline, mas se torna também um personagem marcante. O que mais gostei foi sua evolução ao longo da história, onde ele deixa de ser um nobre arrogante e entediado que faz o que acha que deve ser feito para se tornar um homem fiel a seus próprios desejos e que descobre seu lugar no mundo. Apesar de tão convencido quanto Marcelline, Clevedon também se mostra um fofo e bastante generoso. Um detalhe que amei foi sua amizade verdadeira e honesta com Clara, outra amostra de que a autora é bem ousada e adora quebrar tabus, como o que diz que homens e mulheres não conseguem ser amigos sem existir algum desejo carnal envolvido.
“Ela lembrou a sim mesma que Duques não eram como os outros homens. Conseguir o que queriam, durante toda a vida, causavam danos a seus cérebros.”
Dos personagens secundários, eu amei a presença da filha de Marcelline, uma menina muito fofa e muito manipuladora que é impossível de não adorar. Eu senti falta de mais cenas das outras duas irmãs Noirot, Sophia e Leonie, mas bastante contente com o desenvolvimento de Clara. Eu amei a personagem desde o início e por isso me irritei muito com o modo que Clevedon a tratou em algumas partes do livro. Contudo, em Sedução da Seda, Clara descobre sua força e sua autoestima, e se revela uma mulher tão forte quanto as irmãs Noirot, o que me fez ficar especialmente ansiosa pelo livro que ela protagonizará. 


A EDIÇÃO

A edição de Sedução da Seda estava perfeita. A tradução e a diagramação estavam boas e não encontrei qualquer erro. As capas dessa série são lindíssimas e já estão entre as minhas capas favoritas. Eu amei os vários tons de azul usados na capa de Sedução da Seda, assim como a imagem usada, que combina com a história – afinal, esse vestido é tão fabuloso quanto imaginei que seriam as roupas das irmãs Noirot. Um detalhe que amei é que a capa tem um acabamento brilhante, o que a deixa ainda mais vibrante e super atrativa. 

CONCLUSÕES FINAIS

Um romance divertido, mas inovador, que quebra vários tabus e clichês do gênero, Sedução da Seda é viciante do início ao fim. Com uma trama surpreendente e personagens cativantes, a leitura da obra é rápida, divertida e emocionante, assim como muito romântica. A obra está mais que recomenda para todos os amantes do gênero, vocês vão amar esse livro tanto quanto eu. Nem preciso dizer que estou louca para ter os próximos volumes em mãos, não é mesmo?

QUOTES FAVORITOS

“- Será o casamento do ano, talvez o da década – comentou Leonie. - O vestido da noiva é apenas o começo. Ela vai exigir um enxoval e um guarda-roupa novo completo, à altura de seu título. Tudo será da melhor qualidade. Quilômetros de renda. As melhores sedas. Musselina leve como o ar. Ela vai gastar uma verdadeira fortuna.” Pág. 12

“Não corria atrás de serviçais ou costureiras. Apesar de sua reputação, não era um típico libertino. Só perseguia as belezas mais aristocráticas de Paris e o crème de la crème do submundo.” Pág. 17

- Se o senhor queria um animal domesticado, Vossa Graça, deveria ter escolhido outra mulher.” Pág. 71

“Como [Marcelline] adoraria usá-lo e descartá-lo [Clevedon], do mesmo modo que os homens usavam e descartavam as mulheres.” Pág. 150
Título: Sedução da Seda
Título original: Silk Is for Seduction
Série: As Modistas
Volume: 1
Autora: Loretta Chase
Editora: Arqueiro
ISBN: 9788580415698
Ano: 2016
Páginas: 304
Compre:
Amazon - Submarino - Americanas

Leia também:
- O Príncipe dos Canalhas - Série Scoundrels - Vol. 3 - Loretta Chase
- O Último dos Canalhas - Série Scoundrels - Vol. 4 - Loretta Chase

Comente com o Facebook:

20 comentários:

  1. Assim que eu vi que a Arqueiro iria lançar mais uma série da Loretta, já fiquei louca para saber mais sobre o livro. Ainda não consegui comprar, infelizmente, mas caramba, eu amo romances de época e não vejo a hora de começar a ler esse livro! Também gostei do fato da autora ter abordado o trabalho puro, como ele é - e claro também, os preconceitos daquela época, coisa que vemos em muitos outros livros de época.
    As fotos estão lindas e a resenha também. Um beijo!
    O Reino Encantado de uma Leitora

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, fico feliz que tenha curtido a leitura! Sedução de Seda é uma obra incrível, espero que goste tanto quanto eu! E o bacana, como comentei, é que ela consegue retratar os costumes da época e ainda nos presentar com uma história maravilhosa!

      Excluir
  2. Eu não conhecia esse livro, mas achei a capa deslumbrante, seu post ficou lindo e eu adorei a resenha! O enredo é interessante então eu poderia ler um dia sim.
    Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, fico feliz que tenha gostado da resenha! Essa obra é incrível e vale a pena ler, viu?

      Excluir
  3. Ana, amo romances históricos e só por esta capa já fez o livro entrar para a minha wishlist. Amei a sua resenha e me deixou super curiosa para descobrir mais sobre esta estória que envolve moda e lida com costumes sociais.
    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, bom saber que gostou da resenha! E Sedução da Seda tem uma capa linda mesmo, mas a história também é maravilhosa e vale a pena ler, viu?

      Excluir
  4. Eu desejo esse livro desde o momento que o vi, foi amor à primeira vista, e agora que descobri que minha melhor amiga vai me dar ele de presente... meu coração pula no peito ♥
    Adorei a resenha, fiquei com o tripo do tripo de vontade de lê-lo de uma vez.

    Minha Fuga da Realidade

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sua amiga é a melhor pessoa viu, amo gente que dá livros de presente rs Fico muito contente que tenha gostado da resenha e espero que ame Sedução da Seda tanto quanto eu!

      Excluir
  5. Oi, Ana!!

    Eu adoro a Loretta Chase e estou louca para ler essa nova série dela!! Também fiquei apaixonada pelos Canalhas e estou com altas expectativas para As Modistas e espero poder conferir logo a história também! *-*

    Gostei muito da resenha!!

    Bjs

    livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também amo a autora! E se você gostou dos Canalhas, vai amar muito essa nova série dela, ela está ainda melhor!

      Excluir
  6. Ana, amei sua resenha! Estou doida para o meu livro chegar e começar a ler, tenho gostado muito de ler romances de época e não lembro de ter lido algum livro da autora! Não vejo a hora!

    Beijos Mila
    Daily of Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, fico feliz que tenha gostado! Eu amo romances de época e todos dessa autora são incríveis!

      Excluir
  7. Oi Ana,
    Mais um da autora para lista.
    Adorei saber que a protagonista trabalha, quero ver como ela desenvolveu.
    E nossa, as mães dessa época - nos livros - haha não tinham muito bom gosto para vestir as filhas haha

    Ótima resenha e amei os quotes.

    tenha uma ótima quarta.
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkk Não é? As mães dessa época (dos livros), coitadas, são sempre muito chatinhas e nunca ajudam os filhos em nada, só atrapalham rs Obrigada, fico feliz que tenha curtido a resenha!

      Excluir
  8. Oi Ana, primeiro eu gostaria de um minuto de silêncio por essas fotos maravilhosas que você fez! Sério, uma mais linda que a outra, todas no tema do livro. E estou super ansiosa para ler esta série também, principalmente porque sou apaixonada por Romances Históricos e uma das minhas séries favoritas, Os Bridgertons está chegando ao fim. :(

    Beeijos, Paola
    uma-leitora.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada <3 Fico muito contente que gostou das fotos, achei bem divertido fazê-las! Sim, uma pena que Os Bridgertons está acabando, mas, como a editora vai lançar mais obras da autora, eu fico feliz rs

      Excluir
  9. Adoro romances históricos,confesso que já ouvi tecerem elogios dessa autora mais ainda não li nenhum livro dela,mas esta na lista.Agora mais que nunca nessecito ler depois de ler essa resenha maravilhosa..parabéns bjss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, fico feliz que tenha curtido a resenha. Olha, todos os livros que li dessa autora, até agora, foram incríveis! Estão mais que recomendados!

      Excluir
  10. Oiiie ... Nossa esse livro me conquistou pela capa, que capa linda!
    Como você disse em sua resenha, já sei que vou gostar muito de ler esse livro, inclusive por ele falar tão bem dos costumes daquela época, eu me sinto tão envolvida que enquanto leio livros assim eu me vejo naquela época, rodeada por vestidos lindos, bailes, fofocas, casamentos e aqueles romances cheio de complicações.
    Então como já gosto muito desse gênero e você o recomendou tão lindamente, ele já foi pro topo da lista.
    Bjoes ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rs Espero que goste tanto da obra quanto eu, já que minha resenha te animou a lê-la!

      Excluir

Sinta-se a vontade para expressar a sua opinião, para divulgar o seu site/blog ou para elogiar ou criticar o blog! Lembrando que comentários com conteúdos agressivos, ofensivos ou inadequados serão excluídos.

(Você também pode entrar em contato comigo por e-mail, formulário ou pelas redes sociais. Saiba mais na página "Contato".)