4.12.15

Resenha: O Último dos Canalhas - Loretta Chase


A HISTÓRIA

Vere Mallory já foi a mais funerais que a maioria das pessoas. As mortes sucessivas de membros da sua família deixou-o um homem ainda mais sombrio e dedicado a uma vida libertina. E a última morte, a do pequeno Robin, que ele amara como um filho, foi a que mais o marcara, mas também a que lhe dera o título de duque de Ainswood. Entretanto, o título de nobreza apenas tornou o devasso Vere ainda mais irresponsável, um canalha perfeito

Lydia Grenville não é da aristocracia e não queria o ser. Ela sempre preferirá as ruas e as investigações jornalísticas a bailes fúteis. Uma mulher determinada e intrépida, Lydia já fez muitos inimigos com suas reportagens provocantes, que ataca desde cafetinas ambiciosas a terríveis a nobres insensatos. E foi justamente tentando salvar a mais nova vítima de uma de suas inimigas, a impiedosa alcoviteira Coralie, que Lydia conheceu e humilhou Vere.


Ao interferir na confusão, Vere tentara seduzir e beijar Lydia, que não só o socou, como o jogou no chão com extrema facilidade. E a mulher não só conseguiu derrubar o duque, como também salvar a garota, para a ira de Coralie. Assim, Vere se torna uma grande piada entre todos os devassos e aristocratas da Inglaterra. E, para se vingar, ele decide seduzir Lydia.

Mas não será fácil fazer com que a jornalista impiedosa caia em seus encantos. Logo Vere descobre que Lydia é mulher inteligente demais até para o seu próprio bem. Com um grande talento para se meter em confusões, Lydia também guarda segredos e um histórico familiar conturbado. 

Entretanto, nada o fará desistir de tentar conquistá-la, afinal, ele nunca se divertiu tanto na vida como nos momentos em que Lydia está ao seu lado. E a jornalista também passa a apreciar a presença de Vere. Mas ambos são teimosos demais para admitir qualquer coisa, então será através de uma aposta perigosa que eles decidirão por vez se irão para a cama e, até mesmo, se irão se casar.


A SÉRIE

O Último dos Canalhas é o quarto e último livro da saga Scoundrels, ou Canalhas, mas, foi lançado aqui no Brasil como o segundo volume. O primeiro lançado em terras brasileiras foi O Príncipe dos Canalhas, originalmente o terceiro da série.

Apesar de, particularmente, me incomodar que a editora não tenha lançando os livros na ordem correta, esse detalhe não faz diferença alguma, afinal as obras podem ser lidas de forma independente (cada livro conta a história de um casal diferente).

EXPECTATIVAS PARA A OBRA

Após ler e amar O Príncipe dos Canalhas (como vocês podem ver pela resenha aqui), fiquei bastante ansiosa pelos outros volumes da série. O livro é divertido, provocante e crítico, e me deliciei com essa história cativante e irresistível. Assim, tinha altas expectativas para O Último dos Canalhas, que definitivamente não me decepcionou.


A NARRATIVA E A TRAMA

A escrita de Chase é gostosa e muito fluída, recheada de toques irônicos e maliciosos. A narrativa em terceira pessoa me conquistou imediatamente, além de, por si só, ter me provocado boas risadas. A trama foi bem construída e desenvolvida, fui deliciosamente surpreendida em diversos momentos

Entretanto, diferente do volume anterior, O Último dos Canalhas é muito menos crítico e possui um toque meio “conto de fadas”, com determinadas situações que são simplesmente irreais para a época em que a história se passa ou apenas exageradas. Ainda assim, esse é um excelente romance de época e que foge um pouco dos padrões, principalmente graças a nossa protagonista. 


OS PERSONAGENS

O grande destaque de O Último dos Canalhas é, definitivamente, Lydia Grenville, a nossa jornalista destemida e teimosa. Lydia é completamente independente, forte e corajosa, que além de aspirações jornalísticas, ainda se compadece com a situação dos menos favorecidos, especialmente mulheres, as quais tenta ajudar de qualquer maneira. Mais do que a sua inteligência, Lydia não se importa de usar os punhos ou mesmo sua ameaçadora (mas fofa) cadela Susan.

Se por um lado a teimosia de Lydia me irritou em alguns momentos, não pude deixar de amar a personagem, que é uma inspiradora protagonista feminina. Gostei dela até um pouco mais que a Jess de O Príncipe dos Canalhas. Ambas têm línguas afiadas e personalidades fortes e brilhantes, mas a Lydia consegue ser ainda mais ousada. E gostei que a autora tenha mostrado que, mesmo por trás de toda aquela força e coragem, existia uma mulher sensível, mas disposta a se abrir para o carinho e amor.


Infelizmente, Vere não me conquistou tanto assim. Apesar da sua fama de canalha, para mim, o personagem soou bonzinho demais. Enquanto Dain, o lorde Belzebu de O Príncipe dos Canalhas, realmente nos convence de sua canalhice graças a sua personalidade arrogante e provocante que nos faz odiá-lo ao mesmo tempo em que o amamos, o protagonista masculino de O Último dos Canalhas não tem essa mesma intensidade.

Desde o início, é perceptível que Vere é apenas um homem sombrio, marcado pelas muitas mortes que presenciou. Fora isso, não há nenhum jeito genuinamente perverso que tanto vi no Dain. O duque de Ainswood é, claramente, um homem bom, que apenas precisava de mais cor na sua vida. Mesmo durante as provocações contra Lydia, percebi que ele era um cara muito fofo e carinhoso. Eu gostei de Vere, não se enganem, só não fui convencida por seu suposto lado canalha. Por isso adorei ainda mais rever Dain e Jess nesse volume, e fiquei feliz que os dois casais acabaram ficando amigos.


A EDIÇÃO

A edição do livro está boa. A diagramação é simples, mas sem erros. As páginas amareladas deixaram a leitura ainda mais rápida, apesar de que achei as letras um pouco pequenas. A capa de O Último dos Canalhas é bonita e o modelo combina bastante com o Vere que imaginei, entretanto, ainda prefiro a capa de O Príncipe dos Canalhas, que é belíssima. 

Capas de O Último dos Canalhas ao redor do mundo.

CONCLUSÕES FINAIS

O Último dos Canalhas foi uma leitura rápida (gastei pouco mais que uma tarde) e deliciosa. Divertido e provocante, a obra é um excelente romance de época, mesmo não tendo superado o volume anterior. Com uma história extremamente cativante, uma protagonista feminina forte e um romance bem desenvolvido, adorei a leitura de O Último dos Canalhas, que me deixou ainda mais ansiosa pelos outros volumes da série, assim como por mais livros da autora.

QUOTE FAVORITO
“Segundo etimologistas, “Mallory” significa “infeliz” ou “azarado”. Mas na história da família do duque, queria dizer “encrenca”, com “E” maiúsculo. Alguns antepassados do duque tinham vivido muito, outros pouco, mas todos tiveram em comum uma vida intensa, porque essa era sua natureza: serem canalhas notórios de nascença”.

Título: O Último dos Canalhas
Título original: The Last Hellion
Série: Scoundrels (Canalhas)
Volume: 4
Autora: Loretta Chase
Editora: Arqueiro
ISBN: 9788580414752
Ano: 2015
Páginas: 304
*Esse livro foi uma cortesia da Editora Arqueiro

Compre: Amazon - Submarino - Shoptime

Leia também:

Comente com o Facebook:

10 comentários:

  1. Ana-de-Deus!

    Que post lindo! Adorei a resenha, mas me encantei mais ainda com as fotografias que você publicou; ficaram lindas de viver!!!
    Parabéns amiga!

    Quanto ao livro... acho que vou deixar para outra ocasião.

    Beijos!
    Danny
    http://www.irmaoslivreiros.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ;DD Obrigada! Fico muito feliz que tenha gostado! E é uma pena que a obra não tenha chamado muito sua atenção...

      Excluir
  2. Saudações Lady Ana,
    ONDE ESTÃO MINHAS FÉRIAS PARA QUE EU POSSA ME AFUNDAR NESSA SÉRIE???
    Meu desespero não tem limites, confesso! Passarei TO-DOS os dias presa num livro diferente, para ver se conseguirei colocar ao menos metade da lista de desejados, na lista de lidos.
    Como sempre, não há elogios suficientes às vossas resenhas. A estrutura delas sempre me encanta e encoraja!

    Venha visitar o Castelo
    Att
    Ana P. Maia ♛

    The Queens Castle

    Árvore de Livros

    A princesinha de Vader

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sei exatamente pelo o que está passando! Também esperei bastante pelas férias para poder ler livros de montão (apesar de que, ironicamente, não estou lendo tanto assim kkkk). Mas tenho certeza que a espera vai valer a pena, ainda mais se ler essa série, que é deliciosa! Fico muito feliz em saber que gosta das minhas resenhas, obrigada!

      Excluir
  3. Estou com "O último canalha" olhando para mim nesse exato momento. Ele é o próximo da lista, pretendo ler o danado essa semana. Sua resenha me animou bastante! Li ela rindo porque Loreta Chase para mim é sinônimo de riso e ternura certos e sua resenha fez jus a ela. Ah, também adorei as fotos!

    Pandora
    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Fico feliz que tenha gostado! E boa leitura, tenho certeza de que gostará bastante de O Último dos Canalhas!

      Excluir
  4. Olá linda,

    Esse livro e A Menina da Neve serão minhas aquisições de janeiro. Sou apaixonada por Lorde Belzebu e Jess e tenho certeza que vou gamar nos novos protagonistas de Chase.

    Pelo que li, a autora que quis que a publicação fosse lançada em ordem inversa. Não sei bem o porquê, mas foi pedido dela.

    Amei sua resenha e aguarde minha leitura!
    Beijocas!
    poesiaqueencantavida.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lorde Belzebu e Jess são mesmo uma dupla maravilhosa, mas acho que você vai gostar bastante também de Vere e Lydia! Eu tenho A Menina da Neve e também pretendo lê-lo em breve! Sério que foi pedido da autora? Que estranho... Fico feliz que tenha gostado da resenha e depois me conte como foi sua leitura!

      Beijos!

      Excluir
  5. Todo mundo falando do Principe dos Canalhas! Preciso ler!!!
    Bom saber que é bom e tem uma sequencia!

    ResponderExcluir
  6. Adorei todas as suas resenhas, já até fiz uma lista mental dos próximos livros que vou ler. Vou começar a leitura hoje, tenho certeza que vou gostar de Vere e Lydia :)
    Parabéns, adorei seu blog, bjks

    Sângela

    ResponderExcluir

Sinta-se a vontade para expressar a sua opinião, para divulgar o seu site/blog ou para elogiar ou criticar o blog! Lembrando que comentários com conteúdos agressivos, ofensivos ou inadequados serão excluídos.

(Você também pode entrar em contato comigo por e-mail, formulário ou pelas redes sociais. Saiba mais na página "Contato".)