16.5.15

Resenha: Arrabal e A Noiva do Capitão - Marisa Ferrari


Os gêmeos idênticos Giordano e Giuseppe não poderiam ter personalidades mais antagônicas. Giordano é um capitão-chefe da Guarda Real de Nápoles, um guerreiro valente e louvado, o filho favorito do pai. Já Giuseppe abandonou os confortos da nobreza e, sobre o nome de Arrabal, é um conhecido poeta que viaja o reino espalhando magia e teatro.

Giordano e Arrabal não são amigos e não se veem há muito tempo, eles vivem em um acordo não dito de respeito e evitam estar no mesmo lugar, na mesma cidade, durante o mesmo tempo. Entretanto, o destino fará com que os dois se reúnam e se enfrentem novamente. Arrabal, cujas únicas ambições eram continuar fazendo o que ama e escrever uma peça de teatro com diálogos, algo inimaginável para a época, não se surpreende quando se apaixona pela belíssima Luigia. Entretanto, seu desejo de fazer daquela moça a única mulher da sua vida, nem que para isso tenha que sacrificar tudo o que conquistou, o espanta bastante.


Giordano também é um amante das mulheres e não deseja se prender a nenhuma delas. O capitão é apaixonado pela sua profissão e pela guerra e seu único desejo é continuar servindo ao rei, mesmo que, secretamente, não concorde com a vida que o monarca leva. Entretanto, o pai lhe arranja um casamento com uma moça de família também nobre e o senso de responsabilidade de Giordano não o deixa negar o desejo do pai. Mas, a grande surpresa vem quando ele conhece sua prometida, Luigia, que diferente do que esperava, não é mais uma mocinha tola e sim uma mulher de personalidade e opiniões muito fortes e que definitivamente não quer se casar com ele.

A escolha, para Luigia, parecia bem simples. Apesar da mesma aparência, Giordano e Arrabal são completamente diferentes e ela jamais preferiria o arrogante Capitão a seu belo poeta. Contudo, a garota acaba por descobrir outro lado de Giordano e se vê apaixonada por ambos. Será que ela conseguirá escolher entre eles? Ou Giordano e Arrabal se encontraram antes e resolverão com sangue essa nova e também as velhas disputas?


Peguei Arrabal e A Noiva do Capitão com excelentes expectativas para a obra, que, infelizmente, não foi tudo o que eu esperava. O começo da obra é muito bom, adorei ser transportada para a Nápoles do século 18, contexto e cenário que a autora construiu com muita precisão e beleza. Entretanto, do início para o meio a autora acaba se perdendo e a leitura se tornou bastante arrastada, demorei doze dias para terminar o livro!

A autora soube construir com maestria seus personagens, todos são complexos e tem papel na obra. Entretanto, em vez de se concentrar apenas nos protagonistas, Arrabal, Giordano e Luigia, a autora deu espaço demais para os secundários e acabou deixando a leitura lenta e cansativa. Por mais que tenha adorado os outros personagens, principalmente a trupe do poeta Arrabal, gostaria que a autora não tivesse perdido tanto tempo com eles e tivesse nos dado mais momentos entre Arrabal, Giordano e Luigia. Sério, os três personagens tem pouquíssimas cenas juntos, o que acabou deixando o romance entre eles um pouco forçado.


Ferrari se perdeu na trama e nos personagens, mas me encantou com os cenários, as temáticas e sua escrita. Adoro romances de época e também gostei bastante que a autora tenha fugido um pouco dos castelos luxuosos e levado o leitor para as estradas, os palcos e a vida dos artistas errantes do teatro. A narrativa em terceira pessoa da Ferrari é gostosa e teria fluído com mais rapidez caso o desenvolvimento da história tivesse sido melhor. Felizmente, a autora parece encontrar novamente o rumo no final da história e nos presenteia com um desfecho de tirar o fôlego e muito surpreendente. Mas, o final fofo não apagou a lembrança do meio arrastado, por isso, no geral, a leitura de Arrabal e A Noiva do Capitão não foi tão boa.


Arrabal e A Noiva do Capitão não foi tudo o que eu esperava, mas o bom final me deu esperanças e fiquei curiosa para conferir outras obras da autora. Para quem gosta de romances de época, mas não se importa com leituras um pouco mais lentas e histórias com muitos personagens, a obra pode ser uma boa escolha.

Quanto a edição, não tenho reclamações. A diagramação estava ótima e adorei os detalhes simples e fofos que encontramos pelo livro. Gostei também da fonte, que foge da clássica e batida Arial, apesar de que achei o tamanho das letras um pouco pequeno. Eu adoro a capa de Arrabal e A Noiva do Capitão! Ela é muito fofa e bonita e combina com a obra.


Título: Arrabal e A Noiva do Capitão
Autora: Marisa Ferrari
Editora: Novo Conceito
Selo: Novas Páginas
ISBN: 9788581633831
Ano: 2014
Páginas: 368
*Esse livro foi uma cortesia da Editora Novo Conceito

Comente com o Facebook:

4 comentários:

  1. Oiee,
    Adorei a resenha, a capa do livro é muito bonita, adoro romances de época.

    Beijos!!

    http://balaoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ;D Que bom que gostou! A capa é mesmo linda!

      Excluir
  2. A estória parece ser interessante, já que amo romances de época. Que pena que a estória é um pouco cansativa. Ah, achei seu camafeu lindo!
    http://letrasmaislivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, mas se você gosta de romances de época, vai gostar desse livro, mesmo com a trama um pouco lenta. Obrigada! Eu amo esse camafeu! rs

      Excluir

Sinta-se a vontade para expressar a sua opinião, para divulgar o seu site/blog ou para elogiar ou criticar o blog! Lembrando que comentários com conteúdos agressivos, ofensivos ou inadequados serão excluídos.

(Você também pode entrar em contato comigo por e-mail, formulário ou pelas redes sociais. Saiba mais na página "Contato".)