25.1.12

Resenha: Anna e o Beijo Francês - Stephanie Perkins


 Anna Oliphant tem grandes planos para seu último ano em Atlanta: sair com sua melhor amiga, Bridgette, e flertar com seus colegas no Midtown Royal 14 multiplex. Então ela não fica muito feliz quando o pai a envia para um internato em Paris. No entanto, as coisas começam a melhorar quando ela conhece Étienne St. Clair, um lindo garoto -que tem namorada.Ele e Anna a se tornam amigos mais próximos e as coisas ficam infinitamente mais complicadas. Anna vai conseguir um beijo francês? Ou algumas coisas não estão destinadas a acontecer?

O pai de Anna, um escritor de sucesso, praticamente obriga a garota a se mudar para uma escola de americanos em Paris. Apesar de ser uma oportunidade incrível, Anna não quer se separar dos amigos (principalmente da melhor amiga Bridgette), da sua mãe e do fofo do Seany, seu irmão mais novo. E claro de Toph, seu quase namorado. 

No inicio, achei Anna bem ingrata e reclamona, mais aos poucos a gente vai entendo o drama da garota. A verdade é que Anna está amedrontada (eu também estaria), por que além de ter que encarar uma escola nova, totalmente diferente da que ela estava acostumada, ela ainda tinha que lidar com o fato de estar em outro país, totalmente novo para ela, assim como a língua que se fala ali. 


Mas a vida de Anna fica mais fácil quando ela faz amizade com alguns veteranos da escola que entendem o que ela está passando e a ajudam sempre que possível. Logo Anna se encanta com seus novos amigos. Eles eram bonitos, simpáticos, inteligentes e artísticos, principalmente St. Clair, que é tudo que qualquer garota já quis. Cada vez mais Anna se vê pensando no seu “amigo”. Mas logo a garota descarta a possibilidade de ficar com ele, pois além dele ter namorada (Ellie, uma universitária chata), a amiga deles, Mer, também já está de olho no menino. Mas quem manda no coração? 


St. Clair me lembrou muito Jace (Os Instrumentos Mortais), pois ambos são bonitos, engraçados e apaixonantes. Essa comparação também se deve ao fato de St. Clair gostar de Anna (e ela dele), mas assim como nosso querido Jace, ele reprime o que sente pela garota. Anna é uma garota comum (apesar da sua mania de limpeza e organização) e logo ambos percebem o quanto tem em comum. 

Não posso negar que essa historia de garota comum e garoto perfeito que se apaixonam e não podem ficar juntos (por qualquer motivo que seja) já está batida e é bem clichê. Na realidade o livro é recheado de coisas que a gente já viu em muitas outras historias, mas isso não tira o brilho da obra. 

O segredo do sucesso de Anna e O Beijo Francês, realmente não está na inovação, mas sim no modo como a autora aborda a questão “amor impossível”. Stephanie tem uma escrita leve e divertida e cria situações bem reais em uma paisagem incrível, afinal quem nunca sonhou em viver um romance em Paris (a cidade do amor)? A historia de Anna nos faz suspirar como qualquer romance, mas tem uma pitada de humor que deixa tudo menos clichê e previsível. 

Apesar da historia comum e final previsivelmente feliz, eu gostei do livro e a meu ver o único ponto negativo é a capa, pois não simpatizei com a garota que representa a Anna e nem como o modelo que representa St. Clair. 

Para aquelas pessoas que (como eu) sempre sonharam em conhecer Paris, vale a pena ler esse livro. A cada passeio de Anna pela cidade luz, me imaginei andando pela cidade assim como ela. Para mim o livro cumpriu o seu papel: contou uma historia bonita e bem feita e me fez sonhar não só com Paris, mas com um certo americano/inglês/francês da historia. Stephanie está de parabéns, pois conseguiu recriar a historia (clichê) de “amor impossível em Paris” de uma forma encantadoramente divertida.


Leia também:

Comente com o Facebook:

20 comentários:

  1. PUXA VIDA AGORA QUE EU QUERO LER ESSE LIVRO *O* LINDA A RESENHA \O/
    BEIJÃO
    http://fomesedeevontadedeler.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. EU amo este livro, e quero conhecer o jace depois da sua resenha, porque todos falam tão bem dele, e só eu ainda não li a série instrumentos mortais :(
    O livro realmente nos transporta para Paris, quem me dera meus pais tivessem me enviado para estudar lá...rs
    bjos

    Jack do @Mybooklit

    ResponderExcluir
  3. Resenha magnífica! Eu não li o livro, mas morro de vontade!! Minha gêmea de blog leu e se encantou!!!! Acho que todos no fundo querem conhecer Paris e ficar com alguém como esse tal St. Clair!

    ResponderExcluir
  4. Eu simplesmente amo esse livro. Ele depois de meses de ser lido, continua sendo o meu favorito. A história de Anna e St. Clair é muito engraçada, e eu simplesmente adoro. Paris uaau, é tudo o que eu tenho para dizer. Sonho de consumo ir para lá!!
    Não li Instrumentos Mortais, mas com essa referencia.. que Jace se parece com o St. Clair, cara quero demais haha'
    Adorei a resenha ^.^
    Beijos

    Ana Magiero
    Garota Sonhadora Em Livros

    ResponderExcluir
  5. Esse livro parece ser muito bom!
    Ja vi algumas resenhas, e realmente deve ser muit bom!

    André Luiz
    www.viajandonoslivros.com

    ResponderExcluir
  6. Oie!
    Gostei da sua resenha! Eu já li o livro mas não tinha relacionado o Etienne com o Jace. Gostei da associação :)
    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  7. Comprei este livro a pouco tempo, mas estou terminando um outro antes. Estou ainda mais louca para lê-lo depois dessa resenha. Parabéns!

    http://inconsequenciascasuais.wordpress.com

    ResponderExcluir
  8. Esse livro parece ser tão romântico e perfeito! Eu to doida pra ler desde o momento que chegou aqui em casa. *-*

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  9. Li a resenha e adorei!
    Quero tanto ler esse livro. Eu já comprei, mas ainda não comecei a ler.
    Parece ser bastante romântico.
    BjO

    ResponderExcluir
  10. Só tenho a dizer uma coisa, eu amei esse livro, amei tanto que se me perguntarem o porque eu acho que nem saberia explicar direito! Só sei que me encantou. Li 2 vezes.

    Perfeita a resenha ;*

    xoxo

    http://www.ilusoesnoturnas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Gostei da resenha.
    sou louca para ler esse livro *-*

    ResponderExcluir
  12. Eu estou louca para ler esse livro.
    Sua resenha está perfeita.
    Parabéns :)
    Eu sonho conhecer Paris e se esse livro for rico em detalhes, acho que vou ter um bom passeio pela cidade luz :)

    ResponderExcluir
  13. Acho que o que faz deste livro um sucesso é a capacidade da autora em "recontar" um clichê. Divertida, mas realista. É bem bacana mesmo!
    bjs

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. essa capa é lindissima , interessante , eu adorei a resenha quero muito esse livro.

    ResponderExcluir
  16. Gostei da resenha , parece ser um livro bem jovem, embora cm vc disse o enredo já tá muito batido.

    ResponderExcluir
  17. é um livro bem clichê, mas é muito divertido!
    adorei a Anna e apesar de Paris não ser meu sonho
    da muita vontade de ir....

    ResponderExcluir
  18. Li esse livro ano passado. Lembro-me que não estava muito animada a ler, pois o início do livro estava muito chato. Mas sou persistente e isso foi bom. Da metade para frente a história desenrolou e gostei dele, assim como gostei muito da sua resenha.

    ResponderExcluir
  19. Ainda não li e achei tão fofa essa história! Com o meu esperando pra ser lido. Muito legal, mesmo que possa ser um clichê ainda assim adorei e quero ler.

    ResponderExcluir
  20. adriana medeiros7 de julho de 2013 11:54

    Lá vou eu começar mais um comentário sobre esse livro dizendo que eu estou louca para lê-lo! hehe Eu adoro livros fofos e leves e vejo que Anna e o beijo francês tem bem esse estilo de leitura! Também quero muito ler Lola e o garoto da casa ao lado da Perkins também! hehe

    ResponderExcluir

Sinta-se a vontade para expressar a sua opinião, para divulgar o seu site/blog ou para elogiar ou criticar o blog! Lembrando que comentários com conteúdos agressivos, ofensivos ou inadequados serão excluídos.

(Você também pode entrar em contato comigo por e-mail, formulário ou pelas redes sociais. Saiba mais na página "Contato".)