4.10.11

Resenha: A menina que não sabia ler - John Harding


Para nós dos meios literários, ler é mais que um hábito, é um vício. Para a jovem Florence ler é um passatempo, uma diversão. Os livros são viagens, companhia e aprendizado. Mas mal sabia a garota que ela própria iria viver uma história digna dos livros que ela tanto amava.

1891. Nova Inglaterra. Em uma distante e escura mansão, onde nada é o que parece, a pequena Florence é negligenciada pelo seu tutor e tio. Guardada como um brinquedo, a menina passa seus dias perambulando pelos corredores e inventando histórias que conta a si mesma, em uma rotina tediosa e desinteressante. Até que um dia Florence encontra a biblioteca proibida da mansão. E passa a devorar os livros em segredo. Mas existem mistérios naquela casa que jamais deveriam ser revelados. Quem eram seus pais? Por que Florence sonha sempre com uma misteriosa mulher ameaçando Giles, seu irmão caçula? O que esconde a Srta. Taylor? E por que o tio a proibiu de ler? Florence precisa reunir todas as pistas possíveis e encontrar respostas que ajudem a defender seu irmão e preservar sua paixão secreta pelos livros - únicos companheiros e confidentes - antes que alguém descubra quem ousou abrir as portas do mundo literário. Ou será que tudo isso não seria somente delírios de uma jovem com muita imaginação?
 Florence é uma menina de 12 anos que passava os dias brincando com seu irmão até que descobriu um lugar mágico na decadente mansão onde morava: uma enorme biblioteca. Apesar de escura e empoeirada, Florence consegue ver o potencial daquela sala, que guarda mundos de conhecimento e magia em suas velhas estantes. 

Mas havia um problema: Florence não sabia ler. Inteligente, a menina não desiste de aprender. Apesar da proibição do tio quanto a sua alfabetização, Florence consegue aprender com a ajuda inconsciente dos empregados e com os velhos livros da biblioteca. Depois que descobre o prazer da leitura, com a ajuda do seu irmão Giles, Florence começa a passar horas lendo seus livros sem que ninguém descubra. 

Sempre apegada ao seu irmão, Florence o protege com unhas e dentes, mas quando ele vai para uma escola longe de casa, a menina descobre um novo amigo, Theo, um menino mimado, meio crianção, que sempre se mostrou interessando nela, com segundas intenções. Mas ele também se mostra um amigo leal na hora que ela mais precisa. 

Quando Florence percebe que está perdendo Giles para a nova e misteriosa tutora, a senhorita Taylor, ela começa a agir, lembrando-se de tudo que aprendeu nos livros. De inicio pensamos que é cisma da menina, mas aos poucos Florence vai nos convencendo que a tutora está escondendo algo e que ela não tem boas intenções. 

Os personagens são bem feitos e a narração flui em um bom ritmo. Ambientado na minha época preferida (sempre quis ter nascido no século 18 ou 19), A menina que não sabia ler é um livro cheio de surpresas, com um suspense bem criado em uma trama inteligente.

Comente com o Facebook:

15 comentários:

  1. Oi,flor..amei a resenha.Acredite se quiser,eu tenho esse livro na minha estante mas ainda não tive tempo de lê-lo.Mas,essa sua resenha me deu uma vontade de tirá-lo de lá imediatamente!!!rsss.
    Também amo livros que se passam no séc XIX...esse parece-me mais um dos livros que eu adorarei ler...bjs!!

    ResponderExcluir
  2. Esse livro tá na minha Wish List há seculos, mas nunca acho ele vendendo pela minha cidade.
    Se eu já tinha vontade de ler, fiquei com mas vontade agora.

    Bjkss ;*
    http://blogkathleen.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi adorei a resenha.
    Esse livro tem na biblioteca da minha cidade, cheguei até a folhear-lo mas acabei optando por outro, porém assim que for lá irei pegar este emprestado. Sou outra que gosta de livros em que as histórias se passam nos séculos 18 e 19.
    Beijos.

    Books e Desenhos

    ResponderExcluir
  4. Eu conhecia esse livro, mais nunca li, mais pela sua resenha, quero muito ler! Parabéns pelo blog, sucesso!

    beijos - http://bloghoradaleitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Faz muito tempo que esse livro entrou na minha lista e até agora não consegui lê-lo. Ele me lembra um pouco A Menina Que Roubava Livros, mas só um pouco.
    Também acho que deveria ter nascido lá pelos séculos 18/19 *-* Gosto taaanto dessa época.

    Beijoos
    Minha Bagunça.

    ResponderExcluir
  6. Ainda nao li esse livro. Mas sempre tive vontade. Agora com a sua resenha, fiquei com mais vontade ainda. So esta faltando tempo.

    bjs.

    http://booksandmuchmore.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Adorei a resenhaa!!! Não consegui pegar emprestado com minha prima ainda, quero ler logo, todos comentam mto desse livro.

    Bjo bjo

    Pauliane

    ResponderExcluir
  8. Gostei da resenha, quero ler *-*

    ResponderExcluir
  9. LI esse livro e amei...
    Simplesmente adorei a trama...

    A garota é psicopata... doida, doida... Meu estilo de obra preferido.
    Para quem gosta de mistério, suspense e um aquele toque especial de confusão entre realidade e fantasia, esse é o livro perfeito!

    http://poetizaoamor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Também é a minha época favorita, mas não sei se gostaria de ter nascido nela. Afinal, a mulher não era tão bem vista assim, sofria muito!
    Quanto ao livro, gostei da história e achei muito legal que os personagens causem impacto e sejam bem elaborados.
    bjs

    ResponderExcluir
  11. faz tempo que quero esse livro mais nunca encontro ele parece ser muito legal!

    ResponderExcluir
  12. Sempre quis lr este livro, mas ficava na duvida
    porém parece ser um ótimo livro
    adorei a ideia da personagem não saber ler
    e eu sonho eu ter uma biblioteca só pra mim
    também gostei dos mistérios...

    ResponderExcluir
  13. Adorei a resenha, faz nos querer ser transportadas para a história da destemida protagonista. Não queria era, de forma alguma, nascer nesses séculos. Eu acho que o presente (a mulher, na generalidade dos países, já não é tratada como um pedaço suculento de carne) é bem bom...

    Vou ler...
    bjs

    ResponderExcluir
  14. Eu li esse livro já faz uns 5 anos. Nossa, achi o máximo. Acho que tá na hora de reler, pois vale a pena. Gostei da resenha.

    ResponderExcluir
  15. Eu ia comprar esse livro, em uma promoção do submarino, mas todas as resenhas q procurei sobre ele, dizia q só a capa era bonita, pq a leitura era uma perda de tempo...

    ResponderExcluir

Sinta-se a vontade para expressar a sua opinião, para divulgar o seu site/blog ou para elogiar ou criticar o blog! Lembrando que comentários com conteúdos agressivos, ofensivos ou inadequados serão excluídos.

(Você também pode entrar em contato comigo por e-mail, formulário ou pelas redes sociais. Saiba mais na página "Contato".)